PORTAL UNISUL   BIBLIOTECA   ACERVO  BASE DE DADOS   DISSERTAÇÕES   TESES   PORTAL DE PERIÓDICOS   MINHA UNISUL   CONTATO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

071


O desejo e suas representações nas personagens femininas de Júlia Lopes de Almeida

 

Tatiana Czornabay Mânica


6 de dezembro de 2018

Sala 7 Centro de Pós-Graduação do Campus Tubarão da Universidade do Sul de Santa Catarina

Banca:

Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (orientadora);
Dr. Gutemberg Alves Geraldes Junior – SATC (avaliador);
Dra. Rosemary de Fátima de Assis Domingos – IFC (avaliadora);
Dr. Mário Abel Bressan Junior – UNISUL (avaliador);
Dra. Marlene Rodrigues Brandolt – UNISUL (avaliadora);e
Dra. Dra. Heloisa Juncklaus Preis Moraes – UNISUL (suplente)


Resumo:

O aporte deste estudo se dá no desejo e suas representações nas personagens femininas das obras de Júlia Lopes de Almeida, tanto em sua escritura quanto na revelação de seus desejos em meio ao contexto social e cultural do final do século XIX e início do século XX. A literatura registra sentimentos em forma de narrativas, transferindo, para futuras gerações, riquezas ficcionais. Assim, partindo do pressuposto de que a obra literária permite conhecer e avaliar o contexto sócio-histórico e cultural de uma sociedade, não se distanciando da personalidade da autora diante de seu contexto, a hipótese é de que as personagens femininas, nas obras de Júlia Lopes de Almeida, representam diferentes formas do desejo. Para tanto, na tentativa de elucidar, reiterar essa hipótese, o objetivo deste estudo é de analisar como e se acontece a representação do desejo nos gêneros literários selecionados, as possíveis similitudes e os distanciamentos, por meio das personagens femininas enquanto representações das mulheres da época colocadas em cena. Destaca-se a relevância de estudar a obra dessa autora, na medida em que o seu discurso suscitou múltiplas vozes femininas e suas personagens permanecem tão singulares quanto no momento de sua criação. Os desejos femininos que representou têm ressonância no século XX e, as representações desses, provocam o imaginário, a ausência, a presença, a identidade das mulheres que buscam pontuar sua importância na nas relações interpessoais, bem como parte integrante da sociedade em que vivem. Do elenco de obras da escritora foram selecionados quatro romances, um conto e uma peça teatral. Primeiramente, os romances A falência, de 1901; A intrusa, de 1908; Cruel Amor, de 1911; e O funil do Diabo, de 2015. Também, o conto intitulado Último capítulo, de 1916; e, por fim, a peça teatral chamada Quem não perdoa, de 1917. Nesta pesquisa, as personagens são avaliadas a partir do contexto, tendo como aporte teórico Zahidé L. Muzart, Peggy Sharpe, Michelle Perrot, Mary Del Priore, Friedrich Engels, entre outros. Para a teoria e análise da estrutura da narrativa literária, servem de base as classificações de macroanálise e microanálise de Massaud Moisés e Terry Eagleton. Fundamentos sobre o desejo e suas representações são retirados de historiadores e filósofos como Zygmunt Bauman, Roland Barthes, Georges Bataille, Gaston Bachelard, Adauto Novaes, Elisabeth Badinter, entre outros. O percurso metodológico que se buscou empreender inscreve esta pesquisa no âmbito da Literatura Comparada, visando analisar as obras da oitocentista Júlia Lopes de Almeida. Esta pesquisa é bibliográfica e qualitativa de descrição. A técnica metodológica utilizada nesta análise é a de conteúdo.

 

Palavras-chave:Literatura brasileira. Século XIX. Mulher. Desejo.


versão integral

 

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061