PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

048


Piadas como estratégia para ensino/aprendizagem de espanhol como língua estrangeira moderna para estudantes nativos brasileiros: análise conforme a teoria da relevância

 

Leila Minatti Andrade


16 de maio de 2017, às 13 horas e 30 minutos

na Sala 7 do Centro de Pós-Graduação do Campus Sul da Universidade do Sul de Santa Catarina.

Banca:

Dr. Fábio José Rauen – UNISUL (orientador);
Dr. Sebastião Lourenço dos Santos – UEPG (avaliador);
Dra. Sídnei Cursino Guimarães Romão– UFU (avaliadora);
Dra. Sandra Vieira – IFC (avaliadora);
Dra. Fátima Hassan Caldeira – UNISUL (avaliadora); e
Dra. Andreia da Silva Bez – IFC (suplente).


Resumo:
Assumimos neste estudo que o humor, mais especificamente a piada, é um gênero bastante produtivo como estratégia de ensino e aprendizagem de Língua Espanhola para alunos brasileiros, já que pode auxiliar o aluno a conhecer e internalizar aspectos linguísticos, semânticos e pragmáticos, além de contribuir para a discussão da cultura da língua estudada. Para dar conta dessa demanda, revisamos diversos trabalhos empíricos que sugerem que o humor facilita a aprendizagem e aplicamos os conceitos da Teoria da Relevância de Sperber e Wilson (1986, 1995) em consonância com as concepções teóricas do humor na identificação de tipos de piada que podem ser utilizados na aprendizagem da língua espanhola. Para selecionar as piadas da internet, utilizamos a classificação de Yus (2010), que se fundamenta no procedimento inferencial que se espera que os ouvintes/leitores percorram quando interpretam uma piada. Do ponto de vista operacional, concluímos que a aplicação do aparato analítico da teoria da relevância permitiu uma descrição empírica e uma explicação adequada dos processos ostensivo-inferenciais verbais que permitem a interpretação das piadas. Foi possível acompanhar as supostas inferências que os alunos precisariam desenvolver para interpretar corretamente as piadas e compreender por que em algumas delas é tão difícil o processamento por estudantes brasileiros. Do ponto de vista do objeto de investigação, concluímos que: a) nem sempre as suposições factuais entre falantes nativos do espanhol e falantes nativos do português são as mesmas; b) se o aluno não conseguir acessar os referentes adequados das palavras, provavelmente não encontrará a incongruência e, consequentemente, não rirá da piada; ou, se o custo de processamento for muito alto, vai diminuir a relevância, por conseguinte o aluno perderá o interesse pela piada, não conseguindo entendê-la; c) se o aluno partir da língua materna para entender a piada em espanhol, muitas vezes ele não conseguirá entendê-la; d) se o ouvinte parar na primeira interpretação que lhe for mais relevante, ele poderá ter efeitos cognitivos, mas não detectará o humor da piada; e) as piadas transferíveis serão compreendidas com maior facilidade, já que a tradução à língua materna não prejudicará os efeitos de humor e f) quanto mais semelhantes forem os idiomas, mais baixo o custo de processamento na compreensão das piadas e na sua tradução.

 

Palavras-chave: Pragmática Cognitiva. Teoria da Relevância. Ensino de Língua Espanhola. Humor.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061