PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

037


O processo busca/pesquisa na internet: gestos de leitura e condições de produção da autoria na escola

 

Katia Cristina Schuhmann Zilio


Dia 25 de maio de 2016, às 9 horas 30 minutos
na Sala 212, Bloco B do Campus Grande Florianópolis da Universidade do Sul de Santa Catarina
Banca:
Dra. Solange Maria Leda Gallo – UNISUL (orientadora);
Dra. Solange Mittmann - UFRGS (avaliadora);
Dra. Gesualda de Lourdes dos Santos Rasia – UFP (avaliadora);
Dra. Nadia Regia Maffi Neckel – UNISUL (avaliadora);
Dra. Andréia da Silva Daltoé – UNISUL (avaliadora); e
Dr. Maurício Eugênio Maliska– UNISUL (suplente).

 


Resumo:

Compreender o processo de inscrição do sujeito-aluno em uma discursividade online e, particularmente, na textualidade do buscador Google, coloca a autoria em questão, o que o faremos à luz da análise do discurso. Pesquisar e refletir como se dá a busca, como se dá a circulação da informação, e como ela se transforma em conhecimento, é importante para uma sociedade que, cada vez mais, acolhe informações. Nosso foco incide sobre turmas de quinto ano de duas escolas públicas, para posteriormente propor uma prática que possa tornar mais refletida e qualificada a busca/pesquisa nas escolas. Analisamos aqui as condições de produção da autoria quando se estabelece a busca por um tema (prática de pesquisa escolar). O objetivo último de que se vale esta pesquisa é de qualificar essa prática. As escolas envolvidas nesta experiência fazem parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e foram selecionadas por apresentarem IDEB inferior às outras do município. A coleta de dados foi realizada pelas acadêmicas do curso de Pedagogia, que desenvolveram experiência de docência nas duas escolas, em três turmas de quinto ano do ensino fundamental, com um projeto “Formação docente: tecnologia e interdisciplinaridade”. Trabalhamos com a composição do corpus na modalidade experimental, por meio de arquivos constituídos durante a pesquisa. Nesse sentido foram ainda filmadas as abordagens de busca/pesquisa dos alunos, tanto na internet, como com materiais escritos (livros, revistas, etc). O material filmado referente à busca/pesquisa no google foi analisado tendo como base o dispositivo teórico da análise do discurso. Os resultados apontam para o fato de que os caminhos escolhidos pelos estudantes revelam o desconhecimento deles do processo de pesquisa em textualidade digital. Em pesquisa no material escrito, o aluno pareceu estar mais à vontade, por ser essa uma atividade cotidiana da escola. Ao refletirmos sobre a autoria, percebemos a mobilização da função-autor no processo de busca/pesquisa dos alunos do quinto ano e das acadêmicas bolsistas, mas tal função tende ao apagamento pelas paráfrases impostas pelo Discurso Pedagógico. Apesar disso, é importante dizer que o DP, embora predominantemente autoritário, não o é totalmente; quanto mais polêmico, mais se efetiva a autoria. Instaurar formas polêmicas a fim de mobilizar a função-autor, não é tarefa fácil na Escola, mas é tarefa necessária para o processo de textualização. No caso aqui trabalhado, tendo partido da noção de Gallo (2008) de prática de textualização, chegamos à proposição do que chamamos prática de textualização digital.

Palavras-chave: Análise de Discurso. Pesquisa/Busca. Autoria. Prática de Textualização Digital.

 


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061