PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

027


O papel dos pontos de cultura na articulação do mosaico multicultural de Santa Catarina

 

Marilia Crispi de Moraes


Dia  31 de julho de 2015, às 14 horas;

no Cine Pedra Branca, Bloco A, Campus da Grande Florianópolis da Universidade.

Dra. Dilma Beatriz Rocha Juliano – UNISUL (orientadora);

Dr. Jacques Mick – UFSC (avaliador);

Dra. Nadja de Carvalho Lamas – UNIVILLE (avaliadora);

Dra. Nádia Régia Maffi Neckel – UNISUL (avaliadora);

Dra. Heloisa Juncklaus Preis de Moraes – UNISUL (avaliadora); e

Dra. Ana Carolina Cernicchiaro – UNISUL (suplente).


Resumo:

Ponto de Cultura (PC) é uma das ações do programa nacional Cultura Viva. Consiste no reconhecimento, por parte do Governo Federal, da relevância de atividades culturais, desenvolvidas em nível comunitário por grupos ou organizações não governamentais. A partir do estudo do conjunto de PCs implantados em Santa Catarina, por meio de Edital de Seleção de 2009, esta tese analisa o momento atual de construção e gerenciamento das políticas públicas de cultura no Brasil. Parte da hipótese de que os Pontos de Cultura constituem uma experiência de exercício da democracia participativa, ou seja, colocam em prática um modelo de gestão compartilhada de cultura, entendida, aqui, como aquela em que governantes e governados deliberam conjuntamente sobre as políticas públicas, complementando as ações do modelo de democracia representativa. Dado que os PCs têm por base o tripé autonomia, protagonismo e empoderamento, investiga-se se e como esse triplo alicerce efetiva-se na prática. Outro objetivo é compreender que mecanismos são adotados pelos PCs para articular suas ações com os campos da educação e da comunicação, considerados vitais para o desenvolvimento cultural do país, nas discussões realizadas nas três edições da Conferência Nacional de Cultura. A pesquisa insere-se nas concepções das teorias dos Estudos Culturais, abordadas na linha de pesquisa Linguagem e Cultura do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem. Por conta do caráter interdisciplinar dos Estudos Culturais, há o entrecruzamento teórico de vários campos do conhecimento, especialmente da Sociologia, Comunicação, Antropologia e Educação. Os Pontos de Cultura buscam, por suas ações no campo das artes e da cultura, interferir na realidade de suas comunidades,buscando uma transformação que se efetive na prática. Confirmando a hipótese, a tese demonstra que a experiência dos Pontos de Cultura aponta para outro modelo democrático possível, capaz de complementar o representacionismo político com a participação efetiva da sociedade na construção de políticas públicas, numa postura de diálogo contínuo entre sociedade civil e governantes. O empoderamento dos PCs advém muito mais da rede formada do que do reconhecimento institucional dos grupos por parte do governo federal. A maioria dos PCs estudados nesta tese relaciona suas atividades à educação, numa perspectiva de ensino holista. A comunicação comunitária, as novas tecnologias e a folk comunicação apresentam-se aos PCs como alternativas à comunicação comercial de massa.

 

Palavras-chave: Pontos de Cultura. Democracia participativa. Políticas públicas de cultura.

 


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061