PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

016


Do empréstimo a não posse: o mito na sociedade de moda contemporânea e novas perspectivas no comportamento de consumo de produtos e serviços
Graziela Morelli


Dia 1° de setembro de 2014 às 14 horas;

Cine Pedra Branca, Bloco A, do Campus da Grande Florianópolis da  Unisul;

Dr. Aldo Litaiff – UNISUL (orientador);
Dra. Neide Köhler Schulte – UDESC (avaliadora);
Dra. Tania Regina Raitz – UNIVALI (avaliadora);
Dr. Fernando Vugman – UNISUL (avaliador);
Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (avaliadora); e
Dra. Ana Carolina Cernicchiaro – UNISUL (suplente)


Resumo:

Desde o desenvolvimento da sociedade moderna, o modelo econômico dominante no qual vivemos resulta numa valorização extrema do consumo. A premissa da posse, para além da necessidade do serviço e da função do objeto, é enfatizada pela efemeridade da aparência. A moda, enquanto uma importante manifestação cultural, fez com que o crescimento de consumo e de descarte caracterizasse a sociedade capitalista contemporânea. A partir do estudo das noções de posse e de trocas das sociedades simples estudadas pelos antropólogos Marcel Mauss e Bronislaw Malinowski, e da revisão da questão da dádiva apontada pelo filósofo Vincent Descombes, esta tese procura vislumbrar, a partir da condição de um novo paradigma apontado pelo sociólogo francês Michel Maffesoli, a identificação e análise de novas perspectivas de consumo baseadas na não posse e no empréstimo. O objetivo geral desta tese é apresentar e analisar novas perspectivas das propostas de posse e circulação de bens na sociedade contemporânea com foco em desenvolvimento sustentável. Busca-se identificar elementos que caracterizem a sociedade contemporânea, seus fundamentos e valores que possam ser relacionados aos hábitos de consumo e estilo de vida; aprofundar a compreensão do conceito de mito que fundamenta a sociedade de moda; compreender a ideia de desenvolvimento sustentável relacionado ao consumo e a moda; analisar rituais como o kula, nas características de posse e circulação de mercadorias em sociedades simples; discutir novos aspectos de comportamento de consumo a partir da moda na sociedade contemporânea e; analisar alternativas que visem minimizar o consumo de produtos a partir do compartilhamento, empréstimo, posse temporária e circulação de mercadorias possíveis na sociedade contemporânea. Os movimentos apontados de compartilhamento, experimentação expressiva e solidariedade vão ao encontro do que, de início, pode-se identificar como  possíveis soluções para um desenvolvimento sustentável, ou seja, para a passagem de uma sociedade de consumo baseada não nos produtos, mas na utilização de serviços e empréstimos. Para esse desenvolvimento, buscou-se uma aproximação com as concepções das teorias pós-analíticas de filosofia da linguagem, abordados na linha de pesquisa Linguagem e Cultura do Programa de Pós Graduação em Ciências da Linguagem, a partir da qual esta tese foi construída.

 

Palavras-chave:

Moda. Não-posse. Consumo.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061