PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

009


A linguagem viva – Wittgenstein e os jogos de linguagem: A comunicação em uma organização prisional

Cristiano Neves


Dia 30 de junho de 2014  às 14 horas e 30 minutos;

Auditório Anfiteatro, Bloco C, do Campus da Grande Florianópolis da Unisul;

Dr. Aldo Litaiff – UNISUL (orientador);
Dr. Marciano Adilio Spica – UNICENTRO (avaliador);
Dra. Kátia Maheirie – UFSC (avaliadora);
Dra. Solange Maria Leda Gallo – UNISUL (avaliadora);
Dra. Giovanna Gertrudes Benedetto Flores – UNISUL (avaliadora); e
Dra. Nádia Régia Maffi Neckel – UNISUL (suplente)


Resumo:

O presente trabalho consiste em uma investigação da linguagem utilizada pelos reeducandos em uma organização prisional, compreendendo essa comunicação como um jogo de linguagem. Este entendimento nos permitirá apresentar a tese do filósofo da linguagem, Donald Davidson como modelo de triangulação entre jogos de linguagem. Para tanto, discutiremos os escritos do filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein, o contexto de seu surgimento e as mudanças que suas ideias tiveram no decorrer de sua vida. Seu empreendimento filosófico pode ser dividido em dois momentos, em sua primeira filosofia Wittgenstein assinala que o representacionismo é o método estruturante do real e da linguagem, já sua segunda filosofia culminou na obra Investigações Filosófica onde afirma que a análise das formas linguísticas deve sair do plano metafísico; tendo as palavras diferentes usos em diferentes contextos, sendo essa concepção a tese dos jogos de linguagem. Assim, a compreensão desta tese nos permitirá aproximar o pensamento de Wittgenstein com o viés pragmatista.

 

Palavras-chave:

Jogo de Linguagem do Reeducando. Pragmatismo. Representacionismo.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061