PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA     CONSULTA AO ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Teses > Teses Defendidas > Resumos de Teses

 

Teses

Teses Defendidas

Editais de Teses

 

Teses

Resumos de Teses


 

001


Ciberespaço e cibermito: repatriação e socialização de acervos museológicos  e dados etnográficos às comunidades de origem

Hans Peder Behling


Dia 1º de outubro de 2013 às 9 horas;

Sala 121, Bloco B, do Campus da Grande Florianópolis da Unisul;

Dr. Aldo Litaiff – UNISUL (orientador);

Dr. Theophilos Rifiotis – UFSC (avaliador);

Dra. Maria Elisa Máximo – IELUSC (avaliadora);

Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (avaliadora);

Dra. Giovanna Gertrudes Benedetto Flores – UNISUL (avaliadora);e

Dra. Dilma Beatriz Rocha Juliano – UNISUL (suplente).


Resumo:

Da segunda metade do século XVIII até o final do século XIX, viajantes europeus percorreram a América recolhendo elementos naturais e artefatos indígenas. Isso caracterizou um verdadeiro processo de captura da herança alheia, justificado pela inserção desses elementos no universo intelectual ocidental, evitando a sua perda. O conceito de repatriação (devolução e retorno de patrimônio aos locais e povos de origem) surgiu como contraponto dessa tradição colecionista. O objetivo desta tese é apresentar e explorar o conceito de “cibermito”, utilizando o conceito de repatriação em acervos materiais e imateriais resultantes de pesquisas etnográficas sobre hábitos, cultura, linguagem e mitologia dos índios guarani do sul do Brasil na atualidade. Para isso, pretende-se utilizar a dinâmica do ciberespaço num movimento similar à lógica da cultura oral guarani e não somente com a lógica escrita da sociedade dominante. Nesse intuito, buscou-se uma aproximação com as concepções das teorias pós-analíticas de filosofia da linguagem (neopragmatismo) e também com aspectos relacionados à cibercultura. O quadro de referência teórica utilizado é o holismo (teoria contextualista da verdade, significação e interpretação), com uma abordagem dialética (conversação intercultural, dialogando com o outro em vez de tentar se colocar no lugar dele), e procedimentos hermenêuticos de ressignificação. Este trabalho se justifica pela busca de uma repatriação no ciberespaço, mais adequada ao princípio oral e mitológico da cultura guarani do que com os princípios dos registros da sociedade dominante.

 

Palavras-chave:

Mito. Repatriação. Cibercultura. Índios Guarani.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061