Página Inicial > Processo Seletivo 2018 > Doutorado

 

Processo Seletivo

Mestrado

Doutorado

 

Processo Seletivo

Doutorado


EDITAL 10/2018 – PPGCL

EDITAL 09/2018 – PPGCL

EDITAL 06/2018 – PPGCL

EDITAL 03/2018 – PPGCL

EDITAL 03/2018 – Pró-EPPExI


EDITAL 10/2018 – PPGCL

Arquivo em Formato PDF

 

Divulga os resultados dos exames de proficiência em língua espanhola, francesa e inglesa do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) nos termos do EDITAL 03/2017 – PROEPEX e do EDITAL 04/2017 – PROEPEX, de 8 de março de 2017.

O Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem da UNISUL, no uso de suas atribuições e em observância ao EDITAL 03/2017 – PROEPEX e ao EDITAL 04/2017 – PROEPEX, de 8 de março de 2017, torna público o que se segue.

 

1. Estão aprovados nos exames de proficiência em língua espanhola e inglesa do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) os seguintes candidatos em ordem alfabética:

a) Língua Espanhola
 

1. CARLA APARECIDA MARINHO BORBA
2. CRISTIANE MARIA RIFFEL
3. DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA
4. ELTON LUIZ GONÇALVES
5. ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA
6. FÁBIO BALLMANN
7. IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA
8. JÉSSICA GOMES VAZ
9. KARINA SILVA ROSA
10. KARLA DA ROSA LAPOLLI
11. LEANDRO DE BONA DIAS
12. MARIA HELENA FAVARO
13. REGINALDO OSNILDO BARBOSA
14. RICARDO RIBEIRO ELIAS
15. ROSANGELA NANDI ZANELATO
16. SCHIRLEY ALFLEN
17. SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT
18. SIEGRIED XAVIER PONTES
19. SIMONE BOEIRA AMARAL
20. SUELLEN CRISTINA VIEIRA
21. VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS
 

b) Língua Inglesa

 

1. ALICE GROSSEMAN MATTOSINHO
2. ANDRESSA BREGALDA BELAN
3. BIANCA QUEDA COSTA
4. CARLA APARECIDA MARINHO BORBA
5. CAROLINA LEONI FAGUNDES
6. CRISTIANE MARIA RIFFEL
7. CRISTINA DE MARCO
8. DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA
9. DANIEL LUCAS DE MEDEIROS
10. DOUGLAS TEDESCO DOS SANTOS
11. ELTON LUIZ GONÇALVES
12. FÁBIO BALLMANN
13. GUILHERME ROSSI DE MELO
14. KARINA SILVA ROSA
15. KARLA DA ROSA LAPOLLI
16. LEANDRO DE BONA DIAS
17. MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA
18. MARIA HELENA FAVARO
19. MARISTELA DA SILVA FRANCISCO
20. PAULO HENRIQUE FRANÇOSI SANTHIAS
21. REGINALDO OSNILDO BARBOSA
22. RICARDO RIBEIRO ELIAS
23. SARAH BITENCOURT
24. SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT
25. STEFFY KALEINE MARCOS GONÇALVES
26. VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO
27. VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS
28. WALQUÍRIA GUEDERT MENDES
 

2. Apresentaram declaração de proficiência em língua espanhola e inglesa do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul os seguintes candidatos em ordem alfabética:

 

a) Língua Espanhola

 

1. ANDRESSA BREGALDA BELAN
2. BIANCA QUEDA COSTA
3. CÍNTIA VIVIANE FERNANDE DE ABREU
4. DANIEL LUCAS DE MEDEIROS
5. GABRIELA NIERO
6. LIZANDRA BOTTON MARION MORINI
7. MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA
8. RAFAEL BIANCHINI GLAVAM
9. VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO
 

b) Língua Inglesa

 

1. GABRIELA NIERO
2. JÉSSICA GOMES VAZ
3. LUCÉLIA MOREIRA PEREIRA
4. RAFAEL BIANCHINI GLAVAM
 

3. Não foram aprovados no exame de proficiência em língua espanhola e inglesa do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) os seguintes candidatos em ordem alfabética:

 

a) Língua Espanhola

 

1. EDSON LEMOS

 

b) Língua Inglesa

 

1. BEATRIZ KESTERING TRAMONTIN
2. EDSON LEMOS
3. ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA
4. FRANCISCA D’ALTOÉ
5. GIRLANE CARDOSO DA SILVA
6. IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA
7. LIZANDRA BOTTON MARION MORINI
8. ROBERTO DUTRA VAGAS
 

4. Não compareceram ao exame de proficiência em língua espanhola, francesa e inglesa do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em ordem alfabética, os seguintes candidatos:

a) Língua Espanhola
 

1. ANDRÉ BORBA ARIETA
2. JOSÉ RAUL STAUB
 

b) Língua Inglesa

 

1. ANDRÉ BORBA ARIETA
2. JOSÉ RAUL STAUB

5. Eventuais recursos a essa seleção deverão ser encaminhados à Secretaria do Programa até o dia 25 de junho de 2018 através do e-mail ppgcl.sec@unisul.br.

Tubarão (SC), 21 de junho de 2017.

Professor Dr. Fábio José Rauen
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem


EDITAL 09/2018 – PPGCL

Arquivo em Formato PDF

 

Divulga, ad referendum da Comissão de Bolsas, os candidatos do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina selecionados para concessão de benefício-estímulo a colaboradores da Unisul em cursos de pós-graduação stricto sensu, nos termos da RESOLUÇÃO GR Nº 197/2017, de 5 de abril de 2017.

O Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), no uso de suas atribuições, em observância às determinações da RESOLUÇÃO GR Nº 197/2017, de 5 de abril de 2017, e ad referendum da Comissão de Bolsas, torna público o que segue.

1. Estão selecionados para concessão de benefício-estímulo a colaboradores da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) em cursos de pós-graduação stricto sensu os seguintes candidatos do Processo Seletivo de Ingresso aos Cursos de Mestrado e de Doutorado em Ciências da Linguagem listados em ordem alfabética:
 

1. SUELLEN CRISTINA VIEIRA

2. SIEGRIED XAVIER PONTES
3. CARLA APARECIDA MARINHO BORBA
4. DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA
5. DANIEL LUCAS DE MEDEIROS
6. FÁBIO BALLMANN
 

2. Eventuais recursos a essa seleção deverão ser encaminhados à Secretaria do Programa até o dia 25 de junho de 2018 através do e-mail ppgcl.sec@unisul.br e serão decididos pela Comissão de Bolsas.


Tubarão (SC), 21 de junho de 2018.
 

Professor Dr. Fábio José Rauen
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem


EDITAL 06/2018 – PPGCL

Arquivo em Formato PDF

 

Divulga a lista de aprovados, a correlação estudante/orientador e a lista de ausentes do Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) conforme EDITAL 03/2018 – PROEPEX, de 8 de março de 2018.

O Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina, no uso de suas atribuições regimentais e em observância ao EDITAL 03/2018 – PROEPEX, de 8 de março de 2018, torna público o que segue.

1. Estão aprovados no Processo Seletivo e classificados em primeira chamada para o curso de Doutorado em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina, em ordem de classificação e com as respectivas médias, os seguintes candidatos:
 

1.       ANDRESSA BREGALDA BELAN

 9,14

2.       CARLA APARECIDA MARINHO BORBA

 8,76

3.       LIZANDRA BOTTON MARION MORINI

 8,76

4.       IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA

 8,75

5.       DANIEL LUCAS DE MEDEIROS

 8,59

6.       LEANDRO DE BONA DIAS

 8,52

7.       CRISTIANE MARIA RIFFEL

 8,51

8.       ELTON LUIZ GONÇALVES

 8,34

9.       DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA

 8,28

10.    GABRIELA NIERO

 8,23

11.    RAFAEL BIANCHINI GLAVAM

 8,20

12.    VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS

 8,10

13.    BIANCA QUEDA COSTA

 7,85

14.    KARLA DA ROSA LAPOLLI

 7,84

15.    VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO

 7,50

16.    REGINALDO OSNILDO BARBOSA

 7,34

17.    KARINA SILVA ROSA

 7,24

18.    MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA

 7,04

19.    ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA

 7,03

20.    JÉSSICA GOMES VAZ

 6,92

21.    FÁBIO BALLMANN

 6,61

22.    RICARDO RIBEIRO ELIAS

 6,56

23.    MARIA HELENA FAVARO

 6,42

24.    EDSON LEMOS

 6,34

25.    SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT

 6,10


 

2. A correlação estudante/orientador para os classificados em primeira chamada, em ordem alfabética, é a que segue:

Tubarão

 

ANDRESSA BREGALDA BELAN

 FÁBIO JOSÉ RAUEN

CARLA APARECIDA MARINHO BORBA

 ANDRÉIA DA SILVA DALTOÉ

DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA

 HELOISA JUNCKLAUS PREIS MORAES

EDSON LEMOS

 ANDRÉIA DA SILVA DALTOÉ

ELTON LUIZ GONÇALVES

 HELOISA JUNCKLAUS PREIS MORAES

FÁBIO BALLMANN

 FÁBIO JOSÉ RAUEN

GABRIELA NIERO

 FÁBIO JOSÉ RAUEN

KARINA SILVA ROSA

 HELOISA JUNCKLAUS PREIS MORAES

KARLA DA ROSA LAPOLLI

 MARIA MARTA FURLANETTO

LEANDRO DE BONA DIAS

 JUSSARA BITTENCOURT DE SÁ

LIZANDRA BOTTON MARION MORINI

 FÁBIO JOSÉ RAUEN

MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA

 ANDRÉIA DA SILVA DALTOÉ

RAFAEL BIANCHINI GLAVAM

 FÁBIO JOSÉ RAUEN

REGINALDO OSNILDO BARBOSA

 ARTUR DE VARGAS GIORGI

RICARDO RIBEIRO ELIAS

 SILVÂNIA SIEBERT

VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO

 SILVÂNIA SIEBERT

Pedra Branca

CRISTIANE MARIA RIFFEL

 GIOVANNA GERTRUDES BENEDETTO FLORES

BIANCA QUEDA COSTA

 SOLANGE MARIA LEDA GALLO

DANIEL LUCAS DE MEDEIROS

 RAMAYANA LIRA DE SOUSA

ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA

 NÁDIA RÉGIA MAFFI NECKEL

IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA

 DILMA BEATRIZ ROCHA JULIANO

JÉSSICA GOMES VAZ

 ANA CAROLINA CERNICCHIARO

MARIA HELENA FAVARO

 SOLANGE MARIA LEDA GALLO

SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT

 ANTÔNIO CARLOS GONÇALVES DOS SANTOS

VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS

 MAURÍCIO EUGÊNIO MALISKA

 

3. Não compareceram ao processo seletivo os seguintes candidatos:

 

1. JOSÉ RAUL STAUB
2. ANDRÉ BORBA ARIETA

 

4. Eventuais recursos a essa seleção deverão ser encaminhados à Secretaria do Programa até o dia 25 de junho de 2018 através do e-mail ppgcl.sec@unisul.br.

Tubarão (SC), 21 de junho de 2018.


Professor Dr. Fábio José Rauen
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem


EDITAL 03/2018 – PPGCL

Arquivo em Formato PDF

 

HOMOLOGA INSCRIÇÕES DE CANDIDATOS AO INGRESSO NO CURSO DE DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA LINGUAGEM DA UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA E ESTABELECE LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EXAME DE PROFICIÊNCIA E LOCAIS E HORÁRIOS DAS ENTREVISTAS.

O Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem da UNISUL, no uso de suas atribuições e em observância às determinações regimentais, em especial à Resolução ColPPGCL 07/2015, de 30 de novembro de 2015, torna público o que segue.

1. Homologam-se as seguintes inscrições para o processo seletivo do Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem da UNISUL com área de concentração: Processos textuais, discursivos e culturais.

Campus de Tubarão

1. ANDRESSA BREGALDA BELAN
2. CARLA APARECIDA MARINHO BORBA
3. DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA
4. EDSON LEMOS
5. ELTON LUIZ GONÇALVES
6. FÁBIO BALLMANN
7. GABRIELA NIERO
8. KARINA SILVA ROSA
9. KARLA DA ROSA LAPOLLI
10. LEANDRO DE BONA DIAS
11. LIZANDRA BOTTON MARION MORINI
12. MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA
13. RAFAEL BIANCHINI GLAVAM
14. REGINALDO OSNILDO BARBOSA
15. RICARDO RIBEIRO ELIAS
16. VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO

Campus de Florianópolis

1. ANDRÉ BORBA ARIETA
2. BIANCA QUEDA COSTA
3. CRISTIANE MARIA RIFFEL
4. DANIEL LUCAS DE MEDEIROS
5. ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA
6. IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA
7. JÉSSICA GOMES VAZ
8. JOSÉ RAUL STAUB
9. MARIA HELENA FAVARO
10. SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT
11. VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS

2. O exame de proficiência será realizado dia 18 de junho de 2018, às 14 horas, com duração máxima de 4 (quatro) horas, no seguinte endereço:

Centro de Pós-Graduação
Avenida Marechal Deodoro, 923,
Tubarão/SC
CEP 88.701-010

3. Os horários e locais das entrevistas para o Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem serão os que seguem.

Dia 19 de junho de 2018
Banca 1: Centro de Pós-Graduação, Sala 5
Avenida Marechal Deodoro, 923
Tubarão/SC
Linha: Texto e discurso
Campus: Tubarão
 

13:00 – 13:20

Doutorado

ANDRESSA BREGALDA BELAN

13:20 – 13:40

Doutorado

CARLA APARECIDA MARINHO BORBA

13:40 – 14:00

Doutorado

EDSON LEMOS

14:00 – 14:20

Doutorado

FÁBIO BALLMANN

14:20 – 14:40

 

Intervalo

14:40 – 15:00

Doutorado

GABRIELA NIERO

15:00 – 15:20

Doutorado

KARLA DA ROSA LAPOLLI

15:20 – 15:40

Doutorado

LIZANDRA BOTTON MARION MORINI

15:40 – 16:00

 

Intervalo

16:00 – 16:20

Doutorado

MARIA APARECIDA DOS SANTOS MOTA

16:20 – 16:40

Doutorado

RAFAEL BIANCHINI GLAVAM

16:40 – 17:00

Doutorado

RICARDO RIBEIRO ELIAS

17:00 – 17:20

Doutorado

VANILDA MEISTER ARNOLD POLICARPO

 

Dia 19 de junho de 2018
Banca 2: Centro de Pós-Graduação, Sala 6
Avenida Marechal Deodoro, 923
Tubarão/SC
CEP 88.701-010
Linha: Linguagem e cultura
Campus: Tubarão
 

Horário

Curso

Candidato

13:00 – 13:20

Doutorado

DÂMARIS DE OLIVEIRA BATISTA DA SILVA

13:20 – 13:40

Doutorado

ELTON LUIZ GONÇALVES

13:40 – 14:00

Doutorado

KARINA SILVA ROSA

14:00 – 14:20

 

Intervalo

14:20 – 14:40

Doutorado

LEANDRO DE BONA DIAS

14:40 – 15:00

Doutorado

REGINALDO OSNILDO BARBOSA

 

Dia 19 de junho de 2018
Banca 3: Centro de Pós-Graduação, Sala 7
Avenida Marechal Deodoro, 923
Tubarão/SC
CEP 88.701-010
Linha: Texto e discurso
Campus: Pedra Branca
 

13:00 – 13:20

Doutorado

ANDRÉ BORBA ARIETA

13:20 – 13:40

Doutorado

BIANCA QUEDA COSTA

13:40 – 14:00

Doutorado

CRISTIANE MARIA RIFFEL

14:00 – 14:20

 

Intervalo

14:20 – 14:40

Doutorado

ÉVERTON ROGÉRIO DA SILVA CORRÊA

14:40 – 15:00

Doutorado

MARIA HELENA FAVARO

15:00 – 15:20

Doutorado

VITOR AUGUSTO WERNER DOS REIS

 

Dia 19 de junho de 2018
Banca 4: Centro de Pós-Graduação, Sala 8
Avenida Marechal Deodoro, 923
Tubarão/SC
CEP 88.701-010
Linha: Linguagem e cultura
Campus: Pedra Branca

 

13:00 – 13:20

Doutorado

IVONETE SUELI SEGALA PEREIRA

13:20 – 13:40

Doutorado

DANIEL LUCAS DE MEDEIROS

13:40 – 14:00

Doutorado

JÉSSICA GOMES VAZ

14:00 – 14:20

 

Intervalo

14:20 – 14:40

Doutorado

JOSÉ RAUL STAUB

14:40 – 15:00

Doutorado

SHEYLA DE SOUZA BITENCOURT


4. A escala de entrevistas é intransferível.

5. Eventuais recursos devidamente justificados devem ser encaminhados por escrito no prazo de 2 (dois) dias úteis da divulgação da homologação das inscrições através do e-mail ppgcl.sec@unisul.br.

Tubarão (SC), 5 de junho de 2018.

Professor Dr. Fábio José Rauen
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem


EDITAL 03/2018 – Pró-EPPExI

Arquivo em Formato PDF

 

EDITAL DE INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRÍCULA PARA O CURSO DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA LINGUAGEM

Institui o processo de seleção de candidatos ao ingresso no curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina, Turma 2018, as datas de seleção, da matrícula e do início das aulas.

 

O Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação da Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL, em atenção às deliberações de suas atribuições institucionais, abre inscrições e estabelece os procedimentos para a seleção e matrícula ao CURSO DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA LINGUAGEM nos termos que seguem:

DAS VAGAS E DA ELIGIBILIDADE

1. Ficam abertas 14 (quatorze) vagas para o processo seletivo 2018 do Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem da UNISUL, com área de concentração: Processos textuais, discursivos e culturais, conforme tabela a seguir:
 

Docente

Linha

Campus

Vagas

Ana Carolina Cernicchiaro

Linguagem e Cultura

Florianópolis

1

Andréia da Silva Daltoé

Texto e Discurso

Tubarão

1

Antônio Carlos Gonçalves dos Santos

Linguagem e Cultura

Florianópolis

1

Deisi Scunderlick Eloy de Farias

Linguagem e Cultura

Tubarão

1

Dilma Beatriz Rocha Juliano

Linguagem e Cultura

Florianópolis

1

Fábio José Rauen

Texto e Discurso

Tubarão

1

Giovanna Gertrudes Benedetto Flores

Texto e Discurso

Florianópolis

1

Heloisa Juncklaus Preis Moraes

Linguagem e Cultura

Tubarão

1

Maria Marta Furlanetto

Texto e Discurso

Tubarão

1

Maurício Eugênio Maliska

Texto e Discurso

Florianópolis

1

Nádia Régia Maffi Neckel

Texto e Discurso

Florianópolis

1

Ramayana Lira de Sousa

Linguagem e Cultura

Florianópolis

1

Silvânia Siebert

Texto e Discurso

Tubarão

1

Solange Leda Gallo

Texto e Discurso

Florianópolis

1

 

2. Preferencialmente, o candidato concorrerá às vagas conforme as opções pelo professor orientador, pela linha de pesquisa e pelo campus de sua inscrição, admitindo-se eventuais ajustes, quando necessário.

3. Podem participar do processo seletivo candidatos de todas as áreas do conhecimento, portadores de diploma de mestrado reconhecido no Brasil, que considerem relevante o aprofundamento de questões ligadas às múltiplas linguagens humanas.

DOS LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO CURSO

4. As aulas do Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem da UNISUL são realizadas, prioritariamente, nos locais e horários abaixo relacionados:

a) Campus Tubarão
Local de funcionamento: Centro de Pós-graduação – Tubarão (SC)
Horários: quintas-feiras, das 13h às 17h e das 18h às 22h; e sextas-feiras, das 8h às 12h e das 13h 30min às 17h 30min.

b) Campus Grande Florianópolis
Local de funcionamento: Unidade da Pedra Branca – Palhoça (SC).
Horários: segundas e terças-feiras, das 8h 30min às 12h 30min e das 13h 30min às 17h 30min.

5. As disciplinas “Seminários Avançados” e “Tópicos Avançados de Leitura” podem ser ministradas em cronograma específico nas quartas-feiras e em ambos os campi, independente da sede onde o estudante for classificado.

DAS INSCRIÇÕES E DE SUA HOMOLOGAÇÃO

6. O prazo das inscrições ocorre entre os dias 8 (oito) de março de 2018 e 27 (vinte e sete) de abril de 2018.

7. Admite-se prorrogação das inscrições e adiamento do cronograma de seleção caso não haja o número mínimo de 14 (quatorze) candidatos inscritos em 27 de abril de 2018.

 

8. As inscrições, independentemente do Campus eleito, podem ser efetuadas nos seguintes locais e horários:

a) Campus Tubarão
Avenida Marechal Deodoro, 923
Bairro Oficinas, Tubarão (SC) – CEP 88.701-000
Telefone: 48 3621-3369
Horários: de segunda à sexta, das 8h às 11h 45min e das 13h 30min às 17h 45min.

b) Campus Grande Florianópolis
Avenida Pedra Branca, 25
Cidade Universitária Pedra Branca, Palhoça (SC) – CEP 88.132-000
Telefone: 48 3279-1061.
Horários: de segunda à sexta, das 8h às 11h 45min e das 13h 30min às 17h 45min.

9. No ato de inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos:

a) cópia impressa e eletrônica, em arquivo word editável, do formulário de Inscrição devidamente preenchido (modelo em www.unisul.br/linguagem);
b) uma fotocópia autenticada do CPF, da Carteira de Identidade, da Certidão de Nascimento ou Casamento e de um comprovante de residência;
c) comprovante de pagamento de taxa de inscrição de R$ 100,00;
d) uma cópia impressa do curriculum vitae da plataforma Lattes do CNPq (lattes.cnpq.br);
e) uma cópia autenticada do diploma de graduação e do histórico escolar com data posterior à colação de grau (diplomas expedidos no exterior devem apresentar revalidação, no Brasil, por instituição qualificada);
f) uma cópia autenticada do diploma de mestrado e do histórico escolar ou documentação equivalente com data posterior à defesa de dissertação (diplomas expedidos no exterior devem apresentar revalidação, no Brasil, por instituição qualificada);
g) cópia impressa de comprovantes para a pontuação de currículo nos termos deste edital, organizada conforme sequência dos itens da tabela do ANEXO III; e,
h) uma cópia impressa, datada e assinada, e uma cópia eletrônica, em arquivo word editável, do projeto de pesquisa, contendo entre 4.000 e 8.000 palavras (modelo www.unisul.br/linguagem).

 

10. O candidato estrangeiro deve comprovar proficiência em língua portuguesa ou, na impossibilidade dessa comprovação, solicitar exame específico de proficiência em língua portuguesa.

11. Os candidatos portadores de necessidades especiais devem solicitar à Secretaria do PPGCL as condições necessárias para a realização do processo seletivo.

12. A homologação das inscrições decorre da análise do projeto e da documentação.

§ 1º. Não serão homologadas inscrições com documentação incompleta, nem inscrições de candidatos cujos projetos de pesquisa não se enquadrem nas linhas de pesquisa do Programa.

§ 2º. Somente serão homologadas as inscrições com anteprojetos aprovados nos termos deste edital.

13. A homologação das inscrições será publicada em Edital no sítio www.unisul.br/linguagem até o dia 5 (cinco) de junho de 2018.

§ 1º. Os candidatos cuja inscrição não foi homologada poderão interpor recurso por escrito e devidamente justificado no prazo no prazo de 2 (dois) dias úteis da divulgação da homologação das inscrições através do e-mail ppgcl.sec@unisul.br.

§ 2º. A homologação definitiva das inscrições será publicada em Edital no sítio www.unisul.br/linguagem após a análise dos recursos no prazo de 3 (três) dias úteis.

DO PROCESSO SELETIVO

14. O processo seletivo é regido pela Resolução ColPPGCL 03/2010, publicada no Sítio www.unisul.br/linguagem.

15. O processo seletivo de 2018 será realizado no Centro de Pós-graduação de Tubarão, em Tubarão, SC.

16. O processo seletivo consta de:

a) avaliação do ANTEPROJETO DE PESQUISA;

b) avaliação do CURRÍCULO; e
c) desempenho em ENTREVISTA.

Parágrafo Único. Comporão o processo seletivo, em caráter complementar, EXAMES DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA (Inglês e Espanhol).

17. O processo seletivo tem o seguinte cronograma:

a) Avaliação de ANTEPROJETO, a ser realizada no processo de homologação das inscrições;
b) Avaliação de CURRICÚLO, a ser realizada no processo de homologação das inscrições;
c) EXAME DE PROFICIÊNCIA, a ser realizado no dia 18 (dezoito) de junho de 2018, às 14 horas, com duração máxima de 4 (quatro) horas; e
d) ENTREVISTA presencial com Banca formada pelos docentes da linha de pesquisa em que o candidato se inscreveu, a ser realizada entre os dias 19 e 20 (dezenove e vinte) de junho de 2018.

18. A cada candidato, será atribuída uma média final conforme a seguinte fórmula:
 

§ 1º. A média mínima de aprovação no processo seletivo é 6,00 (seis, vírgula zero).

§ 2º. Para efeitos de atribuição de notas e cálculo de médias, serão considerados valores entre 0,00 (zero) e 10,00 (dez), arredondados na casa dos centésimos.

DA AVALIAÇÃO DO ANTEPROJETO DE TESE

19. O candidato deverá elaborar um ANTEPROJETO DE TESE:

a) formatado no modelo PROJETO DE TESE DE DOUTORADO publicado no endereço: http://linguagem.unisul.br/paginas/ensino/pos/linguagem/servicos/modelos-de-digitacao.htm; e
b) contendo entre 4.000 e 8.000 palavras.

§ 1º. O ANTEPROJETO DE TESE deve estar adequado à área de concentração e linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem.

§ 2º. O candidato deverá entregar uma cópia impressa, datada e assinada, e uma cópia eletrônica, em arquivo Word editável, de seu ANTEPROJETO DE TESE no ato da inscrição.

§ 3º. Os ANTEPROJETOS DE TESE devem levar em conta critérios de qualidade dispostos nos Periódicos “Linguagem em (Dis)curso” e “Crítica Cultural” nos endereços:

a) http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Linguagem_Discurso e
b) http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural.

20. O ANTEPROJETO DE TESE será avaliado por pelo menos 3 (três) docentes da linha de pesquisa à qual o candidato se afilia, dentre os quais se inclui, necessariamente o orientador potencial da pesquisa.

Parágrafo Único. A nota final do quesito equivale à média aritmética simples das notas atribuídas pelos avaliadores.

21. A avaliação do ANTEPROJETO DE TESE levará em conta os seguintes quesitos:

a) se o título é coerente com a proposição do problema (ou questão de pesquisa), do objetivo, da hipótese ou dos resultados esperados da pesquisa;
b) se o projeto e a autoria são identificados adequadamente em nota de rodapé;
c) se o resumo, em até 150 palavras, produz uma síntese adequada da proposta de trabalho, incluindo problema (ou objetivo, ou hipótese), identificação do campo teórico, proposição de metodologia e antevisão dos resultados;
d) se as palavras-chave estão adequadas ao escopo da proposição da pesquisa;
e) se a introdução apresenta adequadamente problema (ou questão de pesquisa) e objetivo(s), delimitando o tema da pesquisa, apresentando análise prévia do estado de arte sobre o tema da pesquisa ou sobre o problema e antecipando textualmente em quantas seções o anteprojeto será desenvolvido e o que cada seção contém;
f) se a revisão da literatura é adequada à proposição do tema e considera, pelo menos em parte, a lista de bibliografia sugerida pelo orientador no Anexo I;
g) se o candidato articula adequadamente seu texto com a bibliografia consultada, evitando dependência excessiva de citações;
h) se a metodologia é adequada e exequível em relação à proposição do problema;
i) se os resultados esperados são adequados e exequíveis em relação à proposição do problema;
j) se a bibliografia está corretamente listada conforme as normas da ABNT na seção Referências, de modo que não existam obras citadas e não referenciadas e/ou obras referenciadas, mas não citadas.
k) se o resumo e as palavras-chave em língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês) estão adequados;
l) se o trabalho está escrito conforme o padrão culto da língua portuguesa;
m) se o trabalho foi adequadamente revisado do ponto de vista da digitação, respeitando a formatação fornecida pelo Programa;
n) critérios adicionais, conforme aspectos específicos de cada pesquisa.

Parágrafo Único. A avaliação dos anteprojetos será fundamentada na Planilha do ANEXO II deste edital, de modo a assegurar que todos os critérios sejam observados.

22. Serão desclassificados do Processo Seletivo, os candidatos cujos ANTEPROJETOS DE TESE:

a) não estejam adequados à área de concentração e linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem; e
b) apresentem plágio nos termos da legislação.

DA ANÁLISE DO CURRÍCULO

23. A análise do Currículo consiste na verificação da qualidade do preenchimento e na avaliação e pontuação da documentação anexa ao Currículo Lattes do Candidato.

§ 1º. Os critérios de pontuação seguem o disposto no ANEXO III deste edital.

§ 2º. Somente serão consideradas as produções e as atividades do quinquênio 2014-2018 na pontuação, exceto para os quesitos de formação acadêmica.

§ 2º. Cabe ao candidato prover cópias eletrônicas de comprovantes de publicações e demais itens relevantes para a pontuação de currículo nos termos deste edital (na falta de arquivo eletrônico, será admitida uma cópia impressa).
 

24. A ANÁLISE DO CURRÍCULO será feita por pelo menos 3 (três) docentes, preferencialmente incluindo orientador potencial do candidato, sendo a pontuação obtida o resultado do consenso da pontuação atribuída pelos avaliadores.

25. A nota final do candidato será atribuída pelo Colegiado da seguinte maneira:
 

a) Será atribuída nota 10,0 ao candidato que obtiver a maior pontuação dentre todos os candidatos homologados ao processo seletivo do curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do respectivo ano;
b) A nota dos demais candidatos consistirá do resultado da multiplicação por 10 (dez) da divisão da pontuação obtida pela pontuação máxima, arredondado até a casa dos centésimos, ou:
 



 

26. Será desclassificado do processo seletivo o candidato que fornecer documentos ou assinaturas inidôneos.

 

DA ENTREVISTA

27. A ENTREVISTA consiste na interação verbal e presencial do candidato com banca formada por pelo menos 3 (três) avaliadores da linha de pesquisa à qual o candidato se afilia, preferencialmente incluindo o orientador potencial escolhido pelo candidato, com duração entre 20 e 30 minutos.

Parágrafo Único. Eventualmente, docentes de linha de pesquisa e Campus diverso àquele escolhido pelo candidato poderão compor a banca.

28. Serão considerados na entrevista os seguintes critérios:

a) consistência das informações fornecidas presencialmente com o CURRÍCULO;
b) defesa oral do candidato sobre tópicos de seu ANTEPROJETO DE PESQUISA;
c) planejamento do candidato para atender as demandas do Curso;
d) tópicos emergentes na interação que sejam associados ao desempenho no Curso.

Parágrafo único. No que diz respeito ao ANTEPROJETO, poderá ser avaliada a capacidade do candidato para expor e argumentar sobre:

a) a pertinência do projeto em relação à linha de pesquisa;
b) a definição do problema (ou questão de pesquisa) a ser investigado;
c) a definição de objetivos e hipóteses (ou pressupostos da pesquisa);
d) a consistência do referencial teórico;
e) a consistência da metodologia; e
f) a consistência dos resultados esperados.

29. A nota atribuída ao candidato consiste no consenso de notas parciais atribuídas pelos membros da banca de ENTREVISTA.

30. Serão desclassificados do processo seletivo os candidatos que:

a) não participarem da ENTREVISTA; ou
b) revelarem inconsistências graves na arguição.

DO EXAME DE PROFICIÊNCIA

31. O EXAME DE PROFICIÊNCIA em língua estrangeira moderna (inglês ou espanhol), para o qual será permitida consulta a dicionário próprio, consiste em tradução e interpretação de texto(s).

Parágrafo Único. O candidato ao curso de Doutorado em Ciências da Linguagem deve demonstrar proficiência em 2 (duas) línguas estrangeiras modernas.

32. Caso o candidato não obtenha aprovação no exame de proficiência, poderá ser selecionado para o Curso de Doutorado, devendo submeter-se à nova avaliação em até 12 (doze) meses após o início das aulas.

Parágrafo Único. A reprovação na segunda oportunidade implica o desligamento do estudante do Curso de Doutorado.

33. Estão dispensados do exame de proficiência em língua estrangeira os candidatos que apresentem certificado de proficiência emitidos, no máximo há 2 (dois) anos, por Programas de Pós-Graduação reconhecidos, além dos seguintes certificados dentro dos seus respectivos prazos de validade:

a) DELE (nível básico) do Instituto Cervantes – língua espanhola;
b) Aliança Francesa (mínimo de 70 pontos) – língua francesa;
c) TOEFL (mínimo de 213 pontos) ou IELTS (mínimo de 6 pontos) – língua inglesa.

DA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS E DOS RECURSOS

34. A lista de aprovados será publicada em EDITAL DE APROVADOS no sítio www.unisul.br/linguagem até o dia 22 (vinte e dois) de junho de 2018.

35. O EDITAL DE APROVADOS será composto pelas seguintes listas ordenadas por ordem decrescente de média final e incluindo respectivas notas parciais:

a) lista de candidatos aprovados em primeira chamada;
b) atribuição de orientador (e respectiva linha de pesquisa e campus) aos candidatos aprovados em primeira chamada (em ordem alfabética);
c) lista de candidatos aprovados em segunda incluindo seus potenciais orientadores;
d) lista de candidatos desclassificados;

36. O PPGCL publicará simultaneamente ao Edital de Aprovados o Edital do Exame de Proficiência, consistindo das seguintes listas em ordem alfabética:

a) lista dos candidatos aprovados;
b) lista de candidatos que apresentaram comprovação de proficiência;
c) lista de candidatos reprovados;
d) lista de candidatos ausentes.

37. O candidato poderá interpor recurso do resultado final do processo seletivo ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem no prazo de até 3 (três) dias úteis após a publicação dos resultados pelo e-mail ppgcl.sec@unisul.br.

38. O recurso deverá conter o nome completo do candidato, especificação da questão objeto do recurso, exposição de motivos e fundamentação clara que aponte as circunstâncias que justificam a insurgência.

Parágrafo Único. Ao candidato que manifeste mediante solicitação formal justificada intenção de interpor recurso será facultada a cópia da documentação pertinente.

39. O PPGCL terá um prazo máximo de 3 (três) dias úteis para a análise e emissão de parecer sobre a interposição de recurso.

DA MATRÍCULA

40. A matrícula dos candidatos aprovados será realizada nos seguintes locais e horários:

a) Campus Tubarão
Avenida José Acácio Moreira, 787
Bairro Dehon, Tubarão (SC) – CEP 88.704-900
Telefone: 48 3621-3369
Datas: de 2 a 6 (dois a seis) de julho de 2018
Horários: de segunda à sexta, das 8h às 11h 45min e das 13h 30min às 17h 45min.

b) Campus Grande Florianópolis
Avenida Pedra Branca, 25
Cidade Universitária Pedra Branca, Palhoça (SC) – CEP 88.132-000
Telefone: 48 3279-1061
Datas: de 2 a 6 (dois a seis) de julho de 2018
Horários: de segunda à sexta, das 8h às 11h 45min e das 13h 30min às 17h 45min

41. No caso de não terem sido preenchidas as vagas mínimas para o Curso de Doutorado e de terem sido selecionados candidatos em segunda chamada, a matrícula desses candidatos será efetuada entre os dias 9 e 13 (nove e treze) de julho de 2018 nos mesmos horários e locais da matrícula em primeira chamada.

DO INÍCIO DAS AULAS

42. As atividades do Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem terão início nos dias abaixo relacionados:

a) Dia 30 (trinta) de julho de 2018, às 8h 30min, no Campus Florianópolis;
b) Dia 1º (primeiro) de agosto de 2018 (Seminários Avançados), nos dois campi.
c) Dia 2 (dois) de agosto de 2018, às 13h 30min, no Campus Tubarão.

DA CONCESSÃO BENEFÍCIOS INSTITUCIONAIS AOS COLABORADORES DA UNISUL

43. A Fundação UNISUL oferece incentivo à capacitação profissional e acadêmica por intermédio da concessão de benefício estímulo, conforme Resolução GR Nº 197/2017, de 05 de abril de 2017, cobrindo 50% (cinquenta por cento) do valor do curso aos seus colaboradores que trabalham sob contrato de trabalho por prazo indeterminado, cuja distribuição obedecerá à ordem de classificação do presente Processo Seletivo.

44. As bolsas institucionais estão condicionadas à observância da pontualidade no pagamento das parcelas remanescentes, bem como ao atendimento dos demais critérios acadêmicos estabelecidos pelo curso, entre os quais a aprovação nas disciplinas, de modo que eventuais reprovações excluirão o direito ao benefício.

DISPOSIÇÕES FINAIS

45. Em qualquer etapa do processo seletivo, a critério do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem, pode ser considerada cancelada a inscrição do candidato, uma vez constatada e comprovada a apresentação de documentos ou assinaturas inidôneas.

46. O processo seletivo de que trata o presente edital é válido somente para as matrículas para o ano letivo de 2018.

47. Os candidatos não classificados devem retirar sua documentação junto à Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem em até 30 (trinta) dias da data final de divulgação dos resultados da seleção, sob pena de reciclagem do material.

48. No caso de disponibilidade de bolsas de fomento externo, a seleção será feita por Comissão de Bolsas conforme edital específico.

49. Os casos omissos serão decididos pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem.


DA PUBLICAÇÃO E DO FORO

50. A Comissão Técnica deste Processo Seletivo da Unisul publicará, sempre que necessário, Portarias, Normas e Avisos Oficiais sobre o referido processo.

51. Este Edital entra em vigor na data da sua publicação.

52. O candidato ou seu representante legal, ao inscrever-se para este Processo Seletivo, declara-se ciente e de acordo com todas as normas e aceita as decisões que possam ser tomadas pela Comissão Técnica nos casos omissos e situações não previstas neste Edital.

53. Fica eleito o foro da Comarca de Tubarão para dirimir toda e qualquer questão inerente ao presente Processo Seletivo.


Palhoça, 8 de março de 2018.


Hércules Nunes de Araújo
Pró-Reitor de Ensino, de Pesquisa e de Extensão

 

 

ANEXO I

 

Lista de Bibliografia sugerida para elaboração do ANTEPROJETO DE TESE do Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina


BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. In: BENJAMIN, Walter et al. Benjamin e a obra de arte: técnica, imagem, percepção. Trad. de Marijane Lisboa. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

BENVENISTE, Émile. Vista d'olhos sobre o desenvolvimento da linguística. In: BENVENISTE, Émile. Problemas de Linguística Geral I. 4. ed. Campinas: Pontes, 1995.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Trad. de Laura F. de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 2006.

 

 

 

ANEXO II

 

Lista de Bibliografia sugerida para elaboração do ANTEPROJETO DE TESE do Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina

Ana Carolina Cernicchiaro

 

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. de Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.
DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: Editora 34, 1997.
DIDI-HUBERMAN, Georges. Pueblos expuestos, pueblos figurantes. Trad. De Horacio Pons. Buenos Aires: Manantial 2014.
NANCY, Jean-Luc. Ser singular plural. Trad. de Antonio Tudela Sancho. Madrid: Arena Libros, 2006.
RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível. Trad. de Monica Costa Neto. São Paulo: Editora 34, 2009.
 

Andreia da Silva Daltoé

ORLANDI, Eni. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes.
______. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes.
______. Análise de discurso: princípios & procedimentos. Campinas: Pontes.

Antonio Carlos Gonçalves dos Santos

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense.
BARTHES, Roland. A Câmara clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Deisi Scunderlick Eloy de Farias

BAUMAN, Z. Ensaios sobre o conceito de Cultura. Zahar, Rio de Janeiro, 2013.
GERTZ, C. O saber local. 7. Ed. Petrópolis, RJ, Editora Vozes, 2004.
INGOLD, T. A evolução da sociedade. In: FABIAN, A. C. (Org.). Evolução: sociedade, ciência e universo. Bauru: Edusc, 2003. p. 107-131.
______, T. Lineas: una breve historia. Gedisa Editorial, Barcelona, 2007.
MILLER, D. Trecos, troços e coisas: estudos antropológicos sobre cultura material. Rio de Janeiro, Zahar, 2013.

Dilma Beatriz Rocha Juliano

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Trad. Myryam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte (MG): UFMG, 1998.
BAUMAN, Zygmunt. Ensaios sobre o conceito de cultura. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2012. (“Introdução”)
BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. de Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. (Cap. "A Obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica.")
DIDI-HUBERMAN, Georges. Sobrevivênvia dos vaga-lumes. Trad. Vera Casa Nova e Márcia Arbex. Belo Horizonte (MG): UFMG, 2011.
RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. Trad. de Ivone C. Benedetti. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012. (Cap. “O espectador emancipado”)

Fábio José Rauen

COSTA, J. C.; RAUEN, F. J. (Orgs.). Tópicos em teoria da relevância. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. [Topics on relevance theory. Porto Alegre: Edipucrs, 2010].
RAUEN, F. J. Hipóteses antedutivas e conciliação de metas. In: GODOY, E. et alii (Orgs.). Coletânea do II Workshop Internacional de Pragmática. Curitiba: UFPR, 2016. p. 53-79
______. For a goal conciliation theory: ante-factual abductive hypotheses and proactive modelling. Linguagem em (Dis)curso, v. 14, p. 595-615, 2014.
______. Avaliação da habilidade de inferência em leitura: estudo de caso com uma questão da Provinha Brasil. Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 11, n. 2, p. 217-240, maio/ago. 2011.
______; FELTES, H. P. M. Problematizando o item lexical ‘beijo’: explicaturas e implicaturas em questão da Provinha Brasil. Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 14, n. 1, p. 49-65, jan./abr. 2014.
______; SILVEIRA, J. R. C. (Orgs.). Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 5, n. esp. sobre teoria da relevância, 2005.
______; COSTA, J. C.; YUS, Francisco (Orgs.). Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 14, n. 3, dossiê temático sobre teoria da relevância, p. 445-615, set./dez. 2014.
SILVEIRA, J. R. C; FELTES, H. P. M. Pragmática e cognição: a textualidade pela relevância e outros ensaios. 3. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS.
SPERBER, D; WILSON, D. Relevância: comunicação e cognição. Tradução de Helen Santos Alves. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2001 [Relevance: communication & cognition. 2. ed. Oxford: Blackwell, 1995 (1. ed. 1986)].

Giovanna Gertrudes Benedetto Flores

MARIANI, Bethânia. O PCB e a Imprensa: os comunistas no imaginário dos jornais (1922-1989). Rio de janeiro, Revan; Campinas, Ed. Unicamp, 1998.
FLORES, Giovanna G.B. Os sentidos de nação, liberdade e independência na imprensa brasileira (1821-1822) e a fundação do discurso jornalístico brasileiro. Porto Alegre, EdiPUCRS; Palhoça, Ed. Unisul, 2014
INDURSKY, F. Formação discursiva: essa noção ainda merece que lutemos por ela? In ______; FERREIRA, M.C.L. (Org.). Análise do discurso no Brasil: mapeando conceitos, confrontando limites. São Carlos: Claraluz, 2007.

Heloisa Juncklaus Preis Moraes

DURAND, Gilbert. O imaginário: ensaio acerca das ciências e da filosofia da imagem. 3. ed. Rio de Janeiro: Difel, 2004.
___. Campos do imaginário. Lisboa: Instituto Piaget, 1996.
FERREIRA-SANTOS, Marcos; ALMEIDA, Rogério de. Aproximações ao imaginário: bússola de investigação poética. São Paulo: Képos, 2012.
MAFFESOLI, Michel. O imaginário é uma realidade. Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia, v. 1, n. 15.
PITTA, Danielle Perin Rocha. Iniciação à teoria do imaginário de Gilbert Durand. Rio de Janeiro: Atlântica Editora, 2005.

Jussara Bittencourt de Sá

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro, DP&A, 1999.
EAGLETON, Terry. A ideia de cultura. São Paulo, UNESP, 2017.

Maria Marta Furlanetto

ORLANDI, Eni. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes.
______. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes.
______. Análise de Discurso: princípios & procedimentos. Campinas: Pontes

Maurício Eugênio Maliska

AUTHIER-REVUZ, J. Hétérogénéité(s) énonciative(s). Langages, Paris, n. 73, p. 98-11, mars 1984. [Tradução em Cadernos de Estudos Lingüísticos n. 19, Campinas, 1990]
FREUD, S. Conferências introdutórias sobre Psicanálise. (1917). Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Vol. XV e XVI. Rio de Janeiro: Imago, 1996.
HARARI, R. Psicanalista, o que é isso? Rio de Janeiro: Cia. de Freud, 2008
LACAN, J. O seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.
ORLANDI, E. P. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas: Pontes, 1987.
_____. As formas do silêncio. Campinas: Editora da UNICAMP, 1993.
_____. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999.
VANIER, A. Lacan. São Paulo: Estação liberdade, 2005.

Nádia Régia Maffi Neckel

CAMPOS, Luciene; NECKEL, Nádia Régia Maffi. Olhares táteis: corpo atravessado, o sujeito que resta. In: GRIGOLETTO, Evandra; NARDI, Fabiele Stockmans de. A Análise do Discurso e sua história. Campinas: Pontes, 2016. p. 165-179.
LAGAZZI, Suzy. O recorte e o entremeio: condições para a materialidade significante. In: RODRIGUES et al. Análise de Discurso no Brasil: pensando o impensado sempre, uma homenagem a Eni Orlandi. Campinas, RG, 2011.
LEANDRO FERREIRA, Maria Cristina. O corpo como materialidade. Redisco (Vitória da Conquista), v. 2, n. 1, 2013, p. 74-82.
______. Discurso, arquivo e corpo. In: MARIANI, Bethania et al. Discurso, arquivo e... Rio de Janeiro, 7 Letras, 2011, p. 175-183
NECKEL, Nádia Régia Maffi. Olhares (com)textura de corpos na vídeo-performance contemporânea. In: INDURSKY, Freda; LEANDRO FERREIRA, Maria Cristina;
MITTMANN, Solange. Análise do Discurso: dos fundamentos aos desdobramentos (30 anos de Michel Pêcheux). Campinas: Mercado das Letras, 2015. p. 275-288
ORLANDI, Eni. Discurso em análise: sujeito, sentido, ideologia. Campinas: Pontes, 2012.
______. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis -RJ: Vozes,1998.
______. As formas do silêncio, no movimento dos sentidos. 4. ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 1997.
PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 2006.
____. Papel da memória. In: ACHARD, P. (org.). Papel da memória. Campinas: Pontes, 1999.

Ramayana Lira de Sousa

LAURETIS, T. A tecnologia do gênero. In: HOLLANDA, B.H. Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994
BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.
HARAWAY, Donna Jeanne. Manifesto ciborgue: Ciência, tecnologia e feminismo-socialista no final do século XX. In _______; KUNZRU, Hari. Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.
SMELIK, Anneke. Teoria do cinema feminista. Revista Usina. Disponível em <http://revistausina.com/2015/03/15/teoria-do-cinema-feminista-parte-i/>

Silvânia Siebert

ORLANDI, Eni. P. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2001.
______. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. 2. ed. aum. Campinas: Pontes, 1987.
SERRANI, Silvana. Discurso e cultura na aula de língua - currículo, leitura, escrita. 2. ed. Campinas: Pontes, 2010.

SOUZA, Tania C. Clemente. Discurso e imagem: perspectivas de análise do não verbal. Ciberlegenda, n. 1, Rio de Janeiro, 1998.
______. A análise do não verbal e os usos da imagem nos meios de comunicação. Ciberlegenda, n. 6, Rio de Janeiro, 2001.

Solange Maria Leda Gallo

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de Discurso: princípios & procedimentos. 8. ed. Campinas: Pontes, 2009. Disponível em: <http://docslide.com.br/documents/orlandi-eni-p-analise-do-discurso-principios-procedimentos-55d14f9922ac3.html>.
______. Texto e discurso. INDURSKY, F; CASTRO, M. D. l. (Orgs.). Organon 23: O texto em perspectiva. Porto Alegre: UFRGS. Disponível em: <ttp://seer.ufrgs.br/organon/article/view/29365>.
GALLO, Solange. Da escrita à escritoralidade: um percurso em direção ao autor online. In: RODRIGUES, Eduardo Alves; SANTOS, Gabriel Leopoldino dos; CASTELLO BRANCO, Luiza Katia Andrade. (Org.). Análise de Discurso no Brasil: pensando o impensado sempre. Uma homenagem a Eni Orlandi. Campinas, SP: Editora RG, 2011. Disponível em: <http://media.wix.com/ugd/7102c5_90f6a1b0f91e4717ab52fbd0b8917280.pdf>.
GALLO, S. L. Processo de Legitimação no discurso de escritoralidade. In: GRIGOLETTO, E.; DE NARDI, Fabiele S. (Orgs.) A Análise do Discurso e sua história. Campinas: Pontes, 2016. (p. 311-324). Disponível em: <http://linguagem.unisul.br/paginas/ensino/pos/linguagem/selecao/Gallo.pdf>.

 

 

 ANEXO III

 

Planilha para avaliação do ANTEPROJETO DE TESE do Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina.

 

Título do Projeto:

Autor do Projeto:

Campus:

Linha de Pesquisa:

Orientador Potencial:

 

Nota Atribuída

Banca:

 

 

Critério

Apreciação

1

O título é coerente com a proposição do problema (ou questão de pesquisa), do objetivo, da hipótese ou dos resultados esperados da pesquisa?

 

2

O projeto e a autoria são identificados adequadamente em nota de rodapé?

 

3

O resumo, em até 150 palavras, produz uma síntese adequada da proposta de trabalho, incluindo problema (ou objetivo, ou hipótese, identificação do campo teórico, proposição de metodologia e antevisão dos resultados?

 

4

As palavras-chave estão adequadas ao escopo da proposição da pesquisa?

 

5

A introdução apresenta adequadamente problema (ou questão de pesquisa) e objetivo(s), pelo menos?

 

6

A introdução delimita adequadamente o tema da pesquisa?

 

7

A introdução apresenta análise prévia do estado de arte sobre o tema da pesquisa ou sobre o problema?

 

8

A revisão da literatura é adequada à proposição do tema?

 

9

O candidato articula adequadamente seu texto com a bibliografia consultada, evitando dependência excessiva de citações?

 

10

A metodologia é adequada e exequível em relação à proposição do problema?

 

11

Os resultados esperados são adequados e exequíveis em relação à proposição do problema?

 

12

A bibliografia está corretamente listada conforme as normas da ABNT na seção Referências, de modo que não existam obras citadas e não referenciadas e/ou obras referenciadas, mas não citadas?

 

13

O resumo e as palavras-chave em língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês) estão adequados?

 

14

O trabalho está escrito conforme o padrão culto da língua portuguesa?

 

15

O trabalho foi adequadamente revisado do ponto de vista da digitação, respeitando a formatação fornecida pelo Programa?

 

16

Há aspectos de originalidade na proposta de pesquisa?

 

17

Critérios adicionais, conforme aspectos específicos de cada pesquisa.

 

 

Parecer Adicional:

 

 

ANEXO IV

 

Planilha para pontuação de CURRÍCULO do Processo Seletivo de Ingresso ao Curso de Doutorado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina.


Candidato:
Campus:
Linha de Pesquisa:
Orientador Potencial:

Nota Atribuída:
Banca:

Instruções:
1. Considerar atividades do quinquênio 2013-2017.
2. Considerar até o máximo de 5 itens por critério, exceto produção acadêmica
 

 

Formação acadêmica

Valor

Total

Curso de mestrado adicional

40

 

Curso de especialização

20

 

Curso de aperfeiçoamento igual ou acima de 120 horas

9

 

Curso de aperfeiçoamento igual ou acima de 80 horas

6

 

Curso de aperfeiçoamento igual ou acima de 40 horas

3

 

Experiência no ensino

 

 

Semestre de experiência no ensino superior (incluindo gestão)

10

 

Ano de experiência na educação básica (incluindo gestão)

10

 

Orientação e bancas

 

 

Orientação de TCC, monografia

5

 

Participação em banca de TCC

2

 

Participação em banca de comissão julgadora

2

 

Atividades na qualidade de ouvinte

 

 

Participação em eventos de no mínimo 4 horas

1

 

Participação em oficinas e minicursos de no mínimo 4 horas

1

 

Eventos científicos

 

 

Comunicação em evento internacional

10

 

Comunicação em evento nacional

5

 

Participação em mesa-redonda de evento internacional

15

 

Participação em mesa-redonda de evento nacional

10

 

Oferta de minicurso/oficina em evento internacional

15

 

Oferta de minicurso/oficina em evento nacional

5

 

Monitoria em evento internacional

10

 

Monitoria em evento nacional

5

 

Organização de evento internacional

15

 

Organização de evento nacional

10

 

Ministração de palestra/conferência em evento internacional

15

 

Ministração de palestra/conferência em evento nacional

10

 

Apresentação de pôster em evento internacional

5

 

Apresentação de pôster em evento nacional

2

 

Produção acadêmica

 

 

Organização de coletânea

40

 

Organização de periódico ou de dossiê de periódico

40

 

Elaboração ou tradução de livro

60

 

Elaboração ou tradução de livro didático

40

 

Elaboração ou tradução de livro artístico

30

 

Elaboração ou tradução de artigo publicado em periódico A1-B2

30

 

Elaboração ou tradução de artigo publicado em periódico B3-B5

20

 

Elaboração ou tradução de artigo publicado em periódico C

10

 

Elaboração ou tradução de capítulo de livro

30

 

Elaboração ou tradução de resenha

15

 

Elaboração ou tradução de verbete (ensaio)

10

 

Elaboração ou tradução de verbete

5

 

Elaboração ou tradução de texto completo (anais)

10

 

Elaboração ou tradução de resumo expandido

5

 

Atividades de pesquisa

 

 

Semestre de estágio em editoria de revista

5

 

Semestre em estágio em pesquisa/iniciação científica

5

 

Anos de participação em comissão editorial

5

 

Parecer a órgão de fomento à pesquisa

5

 

Trimestre ou fração de estágio em instituição no exterior

5

 

Monitoria em disciplina de pós-graduação

10

 

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061