PORTAL UNISUL   BIBLIOTECA   ACERVO  BASE DE DADOS   DISSERTAÇÕES   TESES   PORTAL DE PERIÓDICOS   MINHA UNISUL   CONTATO

Página Inicial > Notícias > Página Principal

 

Notícias

Página Principal

Notícias do Front

PPGCL na TV

Notícias de 2019

Notícias de 2018

Notícias de 2017

Notícias de 2016

Notícias de 2015

Notícias de 2014

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Notícias de 2006

Notícias de 2005

Notícias de 2004

Notícias

Página Principal


Foto/divulgação: PPGCL

20 ponto 10


(20/12/2019) PPGCL termina 2019 comemorando 20 anos de sucessos. Desde julho de 1999, o Programa já formou 363 mestres e 78 doutores e se consolidou como marco de excelência institucional.


Aos vinte dias do mês de dezembro, terminamos 2019, mais uma vez, com aquele sentimento especial de dever cumprido. Em meados de julho, completamos 20 anos de uma existência repleta de ótimas consecuções e, em novembro, pudemos comemorar promovendo o Colóquio de Integração em Ciências da Linguagem da Unisul (CICLU).


Era 1999, quando dávamos as primeiras aulas do curso de mestrado em Ciências da Linguagem ainda no prédio da Rede Ferroviária confiantes no sucesso do projeto de stricto sensu na Unisul. E fomos em frente, criando nosso site e nossa revista científica – “Linguagem em (Dis)curso” – em 2000, corajosamente abrindo turmas no centro de Florianópolis em 2001. Reconhecidos na esfera estadual em 2002, elaboramos nosso projeto de mestrado junto à Capes em 2003, logo aprovado. E criamos nossa segunda revista “Crítica Cultural”, e bancamos um evento internacional com mais de cem pesquisadores de todo o planeta – o “IV SIGET”. Estávamos prontos para nosso voo de brigadeiro em 2008, o doutorado.


Era julho de 2009, quando, agora em Tubarão e na Pedra Branca, dávamos as primeiras aulas do curso de doutorado em Ciências da Linguagem confiantes no sucesso do projeto de stricto sensu na Unisul. E seguimos em frente, sempre nos qualificando. Criamos a revista “Memorare”, sediamos sucessivos eventos nacionais na área de letras e de comunicação social, entre os quais o “Seminário Discurso Cultura e Mídia”. Não sem motivo, em 2017, obtivemos nossa merecida nota “5” na avaliação da Capes.


Enfim, fechamos as atividades desse ano conscientes da importância de toda a caminhada pregressa e confiantes, como em 1999, que temos muito ainda que fazer.


Feliz Natal e um 2020 “20 ponto 10” para todos e todas!


Texto: PPGCL


Foto/divulgação: PPGCL

Defesa de doutorado encerra atividades no PPGCL

 

(19/12/2019) Visando compreender a pós-modernidade e o atual momento social, econômico e cultural, entrelaçado ao consumo e prazer por marcas, o estudante de doutorado Lucas Pereira Damazio defendeu sua tese nesta quinta-feira, 19. Sob orientação da professora Heloisa, na linha de pesquisa Linguagem e Cultura, Lucas foi aprovado.


A pesquisa objetivou identificar como é constituído o imaginário das principais marcas de bebidas estimulantes do mundo, a Burn Energy Drink, a Monster Energy e a Red Bull Energy Drink, assim como examinar quais subsídios imagéticos são determinantes para a construção de um universo simbólico ao redor dos seus produtos e dos seus serviços.


“A cada dia que passa as marcas tornam-se cada vez mais estimuladores de consumo e prazer. Através da disseminação de imagens, sugerem hábitos e instigam emoções nos consumidores para aumentar sua lucratividade e atuação no mercado”, conta o estudante.


O estudo foi amparado pela Teoria do Imaginário, cuja metodologia de análise escolhida foi a hermenêutica simbólica, a partir de uma prática investigativa denominada mito/elementar. Buscando assim analisar os símbolos, os arquétipos, os mitos, os ritos e a força elementar de cada uma das marcas, levando em conta suas especificidades, seus posicionamentos de mercado e as diferentes materialidades de divulgação dos seus negócios, como anúncios de revistas e de jornais, comerciais para televisão e para internet, eventos promocionais, peças de mídia exterior e campanhas publicitárias.


“Após a aplicação do método, identificou-se, que a Burn Energy Drink é uma marca ígnea, cujo imaginário é sedutor, alimentado, via publicidade, por imagens de potência e de sensualidade, que estimulam rotinas de libertinagem; que a Monster Energy é a marca da liquidez escura, do imaginário sombrio, capaz de convidar o consumidor para entrar em uma dimensão obscura, pesada, repletas de bestas e de outras monstruosidades; que a Red Bull Energy Drink é a marca eólica, do movimento e da espontaneidade, fundadora de um imaginário leve, descontraído, divertido, indutora de atos de traquinagem e de libertação”, conclui Lucas.


Foto/divulgação: PPGCL

 

O doutorando foi aprovado com distinção por banca composta pelos professores Dra. Heloisa Juncklaus Preis Moraes – UNISUL (orientadora); Dr. Geam Karlo Gomes - UPE (avaliador); Dr. Gutemberg Alves Geraldes Junior – SATC (avaliador); Dra. Marília Köenig – SENAC (avaliadora); Dr. Mário Abel Bressan Junior – UNISUL (avaliador); Dra. Graziela Brunhari Kauling – IFSC (suplente).
 

Texto: Patrícia Amorim


 

Foto/divulgação: PPGCL

Estudante do mestrado analisa imagens do período bizantino


(12/12/2019) Posterior a conferência da professora Nara, a estudante de mestrado Vanessa Silva Sagica defendeu sua dissertação. Orientada pelo professor Alexandre Linck Vargas, sua pesquisa foi desenvolvida a partir da Escola Municipal de Ensino Básico Faustina da Luz, tendo como proposta perceber os traços imagéticos que a relacionam com outro contexto histórico, especificamente ao da crise das imagens do período bizantino (ocorrida entre os séculos VIII e IX).


Análise singular de imagens


A pesquisa apresentada objetivou analisar imagens do período bizantino (séculos VIII e IX), por seu singular uso em nome de estabelecer e impor seu poder. Assim, buscou-se identificar nelas a sobrevivência do dispositivo representativo na contemporaneidade, tendo como base metodológica para identificar essa sobrevivência o método warburguiano.


“Durante a análise das imagens desse período, percebemos que os líderes religiosos e políticos, para alcançar a gestão completa da sociedade, ordenavam que suas representações deveriam ser elaboradas bem próximas dos ícones divinos, pelo fato de que tal posição lhes garantiria um lugar de destaque e faria do seu discurso de “representantes divinos” algo ainda mais convincente a seus seguidores”, conta Vanessa.


A mestranda foi aprovada em banca composta pelos professores Dr. Alexandre Linck Vargas – UNISUL (orientador); Dra. Nara Marques Soares – FICCIONARIUS (avaliadora); Dra. Heloisa Juncklaus Preis Moraes – UNISUL (avaliadora) e Dr. Mário Abel Bressan Júnior – UNISUL (suplente).


Texto: Patrícia Amorim


Foto/divulgação: PPGCL

Steampunk: movimento estético é tema de conferência


(12/12/2019) Nara Marques Soares, professora da Ficcionarius - Escola Livre de Escrita, ministrou nesta quinta-feira, 12, uma conferência no campus Tubarão do PPGCL. Em sua fala, Nara abordou o tema “Steampunk: a ficção científica movida a vapor do século XXI”.


A professora Nara Marques Soares veio ao PPGCL para participar da banca de dissertação da estudante Vanessa Silva Sagica. Na oportunidade, ministrou uma conferência. Voltada para os alunos da linha de pesquisa de Linguagem e Cultura, Nara falou sobre o movimento estético Steampunk. De acordo com a pesquisadora, nos anos 90 os estudos literários de ficção científica surgiram sob esse gênero, ganhando espaço também na música, nos jogo, na moda e nas artes plásticas, ampliando-se em um movimento estético cujo debate abrange arte, ciência, política, história, etc.

 

Foto/divulgação: PPGCL

 

“A proposta da minha conferência foi de abordar as principais características estéticas deste movimento, do ponto de vista ucrônico, a partir da leitura de obras que, total ou parcialmente, fazem parte deste universo insólito de passados alternativos”, explica a professora.

 

Texto: Patrícia Amorim


MAIS NOTÍCIAS DO PROGRAMA

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061