PORTAL UNISUL     BIBLIOTECA    ACERVO     BASE DE DADOS      DISSERTAÇÕES     TESES     PORTAL DE PERIÓDICOS     MINHA UNISUL     FALE CONOSCO

Página Inicial > Notícias > Página Principal

 

Notícias

Página Principal

Notícias do Front

PPGCL na TV

Notícias de 2017

Notícias de 2016

Notícias de 2015

Notícias de 2014

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Notícias de 2006

Notícias de 2005

Notícias de 2004

Notícias

Página Principal



Foto/divulgação: PPGCL

PPGCL marca presença no XXXIII Encontro da ANPOLL

 

(04/07/2018) Ente os dias 27 a 29 de junho ocorreu o XXXIII Encontro da ANPOLL na Universidade Federal do Mato Grosso – UFMT – em Cuiabá – MT, cujo tema “Produção de conhecimento, liberdade intelectual e internacionalização: Homenagem ao Professor Antônio Candido”. A profa. Nadia Neckel do PPGCL esteve presente.

Durante o evento ocorreram diversas mesas que procuraram discutir: os sistemas de avaliação dos PPGs de Letras e Linguística incluindo os processos de qualis periódicos livros e eventos; o papel do CNPq e o fomento à pesquisas na área; o papel das associações nacionais de linguagem e a possibilidade de uma agenda comum de trabalho; as proposições das ações de internacionalização e o perfil de parceiros internacionais.

A professora Nadia Neckel participou deste evento representando o PPGCL - Unisul e assumiu a coordenação do GT de Análise de Discurso juntamente com a professora Dra Verli Petri da UFSM.

Durante a reunião do GT de AD a professora Nádia apresentou o trabalho “Corpo-Imagem” vinculado ao linha 2 de pesquisa em AD – Práticas Discursivas, diferentes materialidades e movimentos na história sob a coordenação dos professores Helson Sobrinho (UFAL), Suzy Lagazzi (Unicamp) e Solange Gallo (Unisul).

 

Foto/divulgação: PPGCL

 

Da esquerda para a direita: Profa. Maria Leandro Ferreira (UFRGS);  Profa. Suzy Lagazzi (Unicamp); Prof. Helson Sobrinho (UFAL); Profa. Nádia Neckel (Unisul), Profa. Verli Petri (UFSM); Profa. Ana Cláudia Fernandes Ferreira (Unicamp); Profa. Vanise Medeiros (UFF); Profa. Amanda Scherer (UFSM); Profa. Maite Celada (USP) e Profa. Maristela Cury Sairan (UNEMAT).
 

PPGCL


Foto/divulgação: PPGCL

Corpo feminino é tema de pesquisa

 

(02/07/2018) Ainda nesta sexta-feira (29), a mestranda Jéssica Gomes Vaz, defendeu sua dissertação intitulada "As imagens de campanhas publicitárias de moda como dispositivos de docilização do corpo da mulher". A defesa foi realizada no campus Pedra Branca.

 

O trabalhou buscou mostrar como as imagens de moda são utilizadas pelo biopoder como um dispositivo para docilizar os corpos femininos na sociedade de controle. Através de Giorgio Agamben e sua conceituação do termo dispositivo; de Michel Foucault e seus escritos sobre a sociedade disciplinar, os conceitos de poder e de biopolítica; Gilles Deleuze com sua teoria a respeito da sociedade de controle, e Judith Butler, com sua teoria a respeito de uma heterossexualidade compulsória e de um gênero performativo, discutiu-se a questão da constante busca por disciplinar as mulheres através de padrões de beleza, gênero e comportamento pré-estabelecidos considerados socialmente aceitáveis

 

A mestranda foi "aprovada com distinção" pelos membros da banca: Dra. Ana Carolina Cernicchiaro – UNISUL (orientadora); Dra. Alessandra Soares Brandão – UFSC (avaliadora); Dra. Ramayana Lira de Sousa – UNISUL (avaliadora); Dra. Dilma Beatriz Rocha Juliano – UNISUL (suplente).

 

PPGCL


Foto/divulgação: PPGCL

Tese avalia sob a perspectiva da AD a autoria e escrita do 5° ano do ensino fundamental


(29/06/2018) Sob a perspectiva da Análise do Discurso, a doutoranda Rosane Lemos Barreto, defendeu sua tese intitulada “Desenvolvimento da autoria nos anos iniciais do Ensino Fundamental em perspectiva discursiva”, nesta sexta-feira (29). A pesquisa propôs avaliar a produção escrita de alunos do Ensino Fundamental para identificar possíveis indícios de autoria.


“O estudo intencionou perceber se é possível desenvolver o processo de autoria juntamente com o aprendizado da escrita, fazendo com que os alunos possam assumir posições autorais conquistando autonomia para controlarem (ilusoriamente) os efeitos de sentido de seus textos ao selecionarem adequadamente os recursos linguísticos que a língua oferece”, fala a doutoranda.

 

Exercício da escrita


Foi estabelecido um período de intervenção junto aos alunos para proporcionar-lhes o exercício da escrita como prática social, propondo-lhes atividades específicas que envolvam gêneros discursivos. Do resultado deste trabalho, foram selecionados alguns textos que apresentaram certa singularidade em sua construção chamando atenção para presença de autoria.

 

"A análise indica indícios de autoria presentes nos textos dos alunos trazendo como consequência a indispensabilidade de praticar na escola a expressão escrita que possa desenvolver a autonomia e o estilo de um sujeito incompleto, assim como a linguagem que o constitui", conclui Rosane.

 

Rosane foi aprovada em banca composta pelos avaliadores Dra. Maria Marta Furlanetto – UNISUL (orientadora); Dra. Eliane Santana Dias Debus – UFSC (avaliadora); Dra. Cristiane Gonçalves Dagostim – SATC (avaliadora); Dra. Silvânia Siebert – UNISUL (avaliadora); Dra. Maria Sirlene Pereira Schlickmann – UNISUL (avaliadora); Dra. Clésia da silva Mendes Zapelini – UNISUL (suplente).,

 

PPGCL


Foto/divulgação: PPGCL

Leminski é objeto de dissertação

 

(29/06/208) "A dignidade suprema de um navio perdendo a rota": figurações de um Leminski acéfalo, este foi o título da dissertação defendida nesta quinta-feira (28) pelo estudante Eduardo Silva Pereira. A apresentação foi realizada no campus Tubarão, sob orientação do professor Artur de Vargas Giorgi.

Dentro da linha de pesquisa Linguagem e Cultura, a pesquisa almejou demonstrar uma forma de leitura da poesia como cifra histórica, política, não literária, questionando a integridade da literatura como instituição enrijecida, bem como a poesia em sua coincidência consigo mesma.

“Tínhamos como alvo também, através de uma metodologia da montagem e da disposição em formato de atlas, formar uma leitura de documentos estéticos envolvendo Leminski e o período de sua produção, bem como documentos de movimentos da época, descontextualizando suas habituais colocações e colocando-os em jogo a partir de diferentes formas de encaixe”, explica o Eduardo.

O trabalho ainda objetivou identificar uma forma de leitura do poema kamiquase, a fim de, a partir dele, constatar a forma de leitura de uma poesia, literatura, arte e políticas inconsistentes e não coincidentes consigo mesmas.

A banca formada pelos professores Dr. Artur de Vargas Giorgi – UNISUL (orientador); Dra. Elisa Helena Tonon – IFSC (avaliadora); Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (avaliadora); Dr. Alexandre Linck Vargas – UNISUL (avaliador) e Dra. Heloisa Juncklaus Preis Moraes (suplente) deu como “Aprovada” a dissertação de Eduardo.

PPGCL


Foto/divulgação: PPGCL

Professora do IFSC/Florianópolis ministra seminário sobre escrita e leitura no PPGCL

 

(29/06/2018) "Percursos entre a escrita e a leitura" foi o tema do seminário proposto pela Dra. Elisa Helena Tonon, do IFSC/Florianópolis, realizado no PPGCL da Unisul, de Tubarão, nesta quinta-feira (28).

 
Elisa apresentou sua prosa poética relatando biografemas e cenas em que atuou e atua, de forma a levar os ouvintes a uma viagem por suas experiências de crítica e prática da poesia. No entremeio dessas narrativas, evidenciou-se o percurso de estudante, professora e pesquisadora, perpassando pelas dificuldades e encantamentos do fazer/ser literário.


Em sua fala, também foi destaque os projetos que corroboram a prática docente/discente, principalmente no que se refere à responsabilidade sobre a escrita do outro. A esse respeito, Dra. Elisa teceu reflexões sobre a escrita literária e o processo de autoria, evidenciando práticas desenvolvidas em um grupo de escrita poética e no “Clube de Escrita”, do IFS/Florianópolis.


Nos diversos espaços que testemunham a dança dos livros, descrita pela professora, o PPGCL também se fez cenário de seu fazer literário, de sua dança poética, e, com isso, os presentes puderam testemunhar e reconhecer-se nesse percurso de pesquisa e autoria que permitiu, conforme a fala do seminário, “um encontro com as palavras a partir do outro”.
 

PPGCL


MAIS NOTÍCIAS DO PROGRAMA

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061