Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

128


Chamada de capa: análise do gênero jornalístico com abordagem sócio-retórica de Swales

 

Adriano Baptista Caldeira


Dia 30 de março de 2007, às 14 horas

Sala de Treinamento – Campus de Tubarão

Prof. Dr. Adair Bonini  – UNISUL (orientador);

Profa. Dra. Rosângela Hammes Rodrigues – UFSC (avaliadora);

Prof. Dr. Fábio José Rauen – UNISUL (avaliador); e

Profa. Dra. Débora F. de Carvalho – UNISUL (suplente).


Resumo:

 

Esta pesquisa tem como objeto o gênero chamada de capa, que circula no jornal. O trabalho integra um projeto maior proposto por Bonini (2002a), denominado: “Os gêneros do jornal”. A metodologia utilizada baseia-se na metodologia adotada por Bonini (2004a), que é inspirada em Swales (1990), Bathia (1993) e Biber (1988). O presente trabalho tem como objetivos determinar como se organiza retoricamente o gênero chamada de capa e examinar as relações estruturais e de conteúdo que se estabelecem entre a chamada e o texto a que ela encaminha (texto chamado). O corpus desta pesquisa foi composto por 31 chamadas de capa e por 38 textos chamados selecionados de três jornais: um de circulação nacional (Folha de S. Paulo); um de circulação estadual (Diário Catarinense) e um de circulação local (A Tribuna). Optou-se por chamadas que tivessem texto, em oposição às compostas essencialmente por título ou foto. A partir da análise, pôde-se verificar que são quatro os movimentos que podem ser encontrados nas chamadas de capa, sendo eles: o Movimento I, de caracterizar o texto; o Movimento II, de apontar um tema; Movimento III, de especificar o tema; e o Movimento IV, de direcionar a páginas internas do jornal. Em termos da relação entre a chamada e o texto chamado, foi possível perceber que: 1) os textos chamados pertencem aos gêneros notícia e reportagem; 2) as chamadas podem se ater a um (geralmente) ou a vários textos; 3) as informações que compõem as chamadas são quase sempre extraídas de diversas partes do texto chamado, mas não perfazem um resumo desse texto; 4) na re-textualização das informações do texto chamado para a chamada, na maior parte das vezes, é empregada a paráfrase, em oposição à cópia

 

Palavras-chave:

 

Gênero textual, chamada de capa, jornal.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061