Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

124


Aspectos semântico-pragmáticos da enunciação radiofônica

 

Willian Corrêa Máximo


Dia 18 de dezembro de 2006, às 16 horas

Sala 1 do Campus Sul da Unisul

Dr. Fábio de Carvalho Messa – UNISUL (orientador);

Dr. Ricardo Leandro Medeiros – Estácio de Sá (avaliador);

Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (avaliadora); e

Dra. Marileia Silva dos Reis – UNISUL (suplente)


Resumo:

 

Coloquial, imediata, de grande penetração e baixo custo, a “quase-interação” do rádio continua há mais de cem anos destacando-se na sociedade, especialmente em culturas locais. Este meio eletrônico de linguagem instantânea tem sido bastante prestigiado neste século, com elevados índices de audiência em Tubarão-SC. A cidade, com mais de 90 mil habitantes é o berço da Sociedade Rádio Tubá Ltda, com quase 60 anos, uma das mais antigas do Estado de Santa Catarina e integrante da Rede Católica de Rádio. O presente estudo descreve as características do ato enunciativo, ou seja, da fala em notícias e entrevistas apresentadas pelo Programa Show do Rádio da emissora, a fim de observar algumas peculiaridades da linguagem: aproximação e distanciamento com as fontes, as estratégias discursivas, à luz das teorias do jornalismo e da linguagem. A partir dos critérios de noticiabilidade – postulados pela Teoria do Newsmaking – a notícia apresentada no Programa Show do Rádio relata acontecimentos passados com a lógica da seleção, incluindo e excluindo fatos segundo orientações pessoais, institucionais e culturais. Nas entrevistas, o programa apresenta uma tentativa de interação a partir da ausência de produção e roteirização de pautas, apostando na espontaneidade do entrevistador e entrevistado como condição para o diálogo possível. Em seus aspectos semântico-pragmáticos, o jornalismo no rádio manifesta-se enquanto construção social no campo das ciências da linguagem, ao divulgar e mediar reciprocamente o acontecimento entre emissor e receptor, ao mesmo tempo em que produz significados, ressignificando-os e/ou mitificando-os – consequência da própria linguagem – legitimando consensos num “jogo” de criação e ordenação de palavras e sentidos.

 

Palavras-chave:

 

Semântica, pragmática, rádio, notícia, entrevista.

 


versão integral

 
 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061