Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

122


A construção discursiva do profissional técnico: limites de autoria.

 

Claudinei Zunino


Dia 18 de dezembro de 2006, ás 09h30

Sala Cine Pedra Branca bloco A do Campus Pedra Branca – Palhoça

Dra. Solange Maria Leda Gallo – UNISUL (orientadora)

Dra. Freda Indurky – UFGRS (avaliador)

Dra. Marci Fileti Martins – UNISUL (avaliador)

Dra. Maria Marta Furlanetto – UNISUL (suplente)


Resumo:

 

Esta dissertação teve como objetivo principal compreender o contexto mais amplo que determina as profissões dos egressos dos Cursos de Técnico Agrícola – TA (tendo como exemplo a Escola Agrotécnica Federal de Rio do Sul) e de Engenheiro-Agrônomo – EA (tendo como exemplo a Universidade Federal de Santa Catarina) compreendendo suas semelhanças e suas diferenças. Tomamos a Análise do Discurso (AD) de linha francesa como nosso dispositivo teórico e construímos um dispositivo analítico estabelecendo analogias entre os processos discursivos envolvidos na constituição dessas profissões. A constituição do sujeito-profissional foi o recorte norteador de nossa leitura e análise. Destacamos aspectos históricos que possibilitam a existência dos dois profissionais na atualidade. Evidenciamos as semelhanças e diferenças entre esses profissionais, tanto em relação à formação (cursos e currículos) como em relação à legislação que regulamenta tais profissões, encontramos especificações para o TA (autoria menor), e generalizações para o EA (autoria maior). Observamos que de todos os documentos envolvidos no ritual do estágio curricular, o único que abre espaço para a função-autor é o relatório de estágio, em sua textualização, permitindo ao aluno se ver como profissional, ao suturar as brechas que se abrem durante o processo de formação profissional. A escrita e a defesa do relatório de estágio constroem a ponte ligando o lugar do aluno, da submissão, da não responsabilidade, para o lugar do profissional. Assim, somente nessa conjuntura, há um alinhamento de todo o processo escolar com as exigências históricas, sociais e ideológicas feitas a esses profissionais. 

 

Palavras-chave:

 

Sujeito-profissional, relatório de estágio, autoria, curso de nível técnico.


versão integral

 
 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061