Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

100


O boi de mamão vivo (e) na escola: uma leitura do Grupo Folclórico Beco do Beijo da cidade de Tubarão.

 

Miriam Terezinha Lopes Lúcio


Dia 3 de agosto de 2006, às 17 horas e 30 minutos
Sala Olavo Bilac do Campus Sul da Unisul.
Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (orientadora);
Dra. Raquel Estela de Sá – UNISUL (avaliadora);
Dra. Mariléia Silva dos Reis – UNISUL (avaliador); e
Dr. Luiz Felipe Guimarães Soares – UNISUL (suplente).


Resumo:

Esta dissertação apresentou uma pesquisa sobre a arte do folclore, em especial, o Boi de mamão a partir da leitura do Grupo Folclórico Beco do Beijo da cidade de Tubarão. A idéia da realização desta pesquisa partiu das observações e experiências obtidas através das apresentações do referido Grupo na escola focalizada nesta dissertação. Pretendeu-se promover uma análise desse espetáculo em relação à linguagem utilizada. Também, enfatizou-se as vozes sociais presentes na encenação da vida, morte e ressurreição do Boi. Investigou-se, ainda, sua repercussão na comunidade escolar que aprecia, este mito, bem como as apresentações de Boi de mamão, embora esse apresente-se acrescido com elementos diferentes e inovados. E apesar disso (das inovações), a estética de representação anunciada não causa de forma alguma o suposto apagamento do mito original, porque o ritual da morte e ressurreição do Boi continua intocável; ainda, neste estudo de caso percebeu-se que os personagens humanos vivem em constante rotação e transformação bem como os bichos, embora esses últimos permaneçam intactos na sua essência, ou seja, não se apagam da memória coletiva. O Grupo estudado mantém uma forma peculiar de montar e representar o Boi de Mamão, recriando ou reinventando a lenda do Bumba meu Boi em estilo açoriano, usando uma linguagem própria e, com isso, anunciando outras vozes sociais. Refletiu-se sobre os caminhos que conduzem leitores /educadores à importância do cultivo, vivência e uso do mito e folclore no contexto educativo. Foi intenção deste trabalho contribuir para que as gerações que, agora, vivenciam o auto do Boi continuem o processo de repetição, cultivo e perpetuação desse mito. 

Palavras-chave:

 

Boi de mamão, inovação, preservação, ensino, aprendizagem.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061