Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

099


Matizes e (pré)conceitos da mulata nas obras: ‘A escrava Isaura’ e ‘O cortiço’.

 

Felisberto Augusto da Fonseca


Dia 3 de agosto de 2006, às 9 horas
Sala Olavo Bilac do Campus Sul da Unisul

Dra. Jussara Bittencourt de Sá – UNISUL (orientadora);
Dr. Luiz Alberto Marques – UNISUL (avaliador);
Dra. Mariléia Silva dos Reis – UNISUL (avaliadora); e
Dr. Fábio José Rauen – UNISUL (suplente)


Resumo:

Esta dissertação propõe uma leitura dos romances A Escrava Isaura, de Bernardo Guimarães, e O Cortiço, de Aluísio Azevedo, tendo como eixo para reflexão uma investigação dos matizes e do preconceito da mulata nas referidas obras. Parte-se, inicialmente, de reflexões sobre a arte literária, localizando-as e contextualizando-as no período da edição das obras. A análise dos matizes e do preconceito da mulata representadas pelas personagens Isaura e Rita Baiana procura destacar e avaliar as diferentes abordagens dadas pelos autores do século XIX. Ao centrar-se nas personagens Isaura e Rita Baiana, este estudo quer trazer à discussão como a linguagem utilizada pelos autores, em seus enredos e diálogos, coloca em cena reflexões e desvelamentos do preconceito racial na sociedade brasileira da segunda metade do século XIX. Tais elementos contribuem para referendar a arte literária como importante enunciado para a leitura dos tempos e das sociedades, dentre outros.     

Palavras-chave:

 

Matizes, preconceito, escravidão.


versão integral

 
 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061