Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

085


Linguagem, Enunciação e Alteridade: um estudo de caso sobre a relação dialógica entre um grupo de ouvintes idosos e os comunicadores de rádio AM da Grande Florianópolis

 

Márcia Valéria Telles Carvalho


Dia 9 de junho de 2006, à 14 horas

Sala 215 H do Campus da Pedra Branca da Unisul

Dra. Dulce Márcia Cruz - UNISUL (orientadora);
Dra. Rosimére Laurindo Costa do Campo - FURB (avaliadora);
Dr. Fábio de Cavalho Messa - UNISUL (avaliador); e,
Dr. Adair Bonini - - UNISUL (suplente).


Resumo:

O presente trabalho faz uma reflexão sobre a comunicação existente entre ouvintes de um grupo de idosos e comunicadores de rádio AM, a partir da teoria dialógica de Bakhtin e analisa conceitos como linguagem, enunciação e alteridade na diversidade dialógica proposta pela teoria e multiplicidade de vozes que se formam num diálogo interativo entre o "eu" e o "outro". A pesquisa baseia-se nas observações de Bakhtin em que o diálogo não é apenas entendido no sentido de observação, mas nos princípios de subjetividade do sujeito; no pensamento da linguagem em que estão situados o emissor, o ouvinte e o próprio som; na observação da dinâmica social e prática observável da linguagem; nos enunciados que atentam para a variedade e as diferenças; na resistência à finalização das palavras que a todo instante cobram mudanças na organização do pensamento do homem. Para esta pesquisa, foi proposto um estudo de caso cuja comunicação entre o Grupo de Idosos e os comunicadores das rádios foi analisada em entrevistas de grupo e individuais. A coleta de informações individuais foi realizada com cinco pessoas do grupo, em horários diferenciados do dia, nas residências de cada um, onde os programas de rádio foram ouvidos. Os comunicadores foram entrevistados nos locais de trabalho e também por e-mails. Os depoimentos dos entrevistados inserem-se neste trabalho como fragmentos, a partir das possibilidades de aplicabilidade da teoria dialógica de Bakhtin. Na maioria dos depoimentos, considerou-se que ouvinte e comunicadores, situados no mesmo contexto social, registraram enunciados que oportunizaram reações ativas de emissão e responsivas de recepção com movimentos de alteridade e de relevante importância na significação das palavras. 

 

Palavras-chave:

 

Comunicadores, dialogismo, enunciado, linguagem, ouvintes.


versão integral

 
 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061