Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

065


Discurso pedagógico e discurso acadêmico: a construção de uma identidade em relatórios de prática de ensino

 

Cátia Amara Horst


Dia 30 de novembro de 2005, às 9 horas

Sala 217 H do Campus Pedra Branca da Universidade do Sul de Santa Catarina.

Dra. Maria Marta Furlanetto – UNISUL (orientadora);

Dr. Pedro de Souza – UFSC (avaliador);

Dra. Solange Maria Leda Gallo – UNISUL (avaliadora); e

Dr. Fábio de Carvalho Messa – UNISUL (suplente)


Resumo:

 

O presente trabalho, baseado nos dispositivos teóricos da Análise do Discurso, tem como tema os relatórios de prática de ensino dos alunos de oitavo período do Curso de Letras, da Universidade do Oeste de Santa Catarina, referentes aos anos de 2002, 2003 e 2004. O estudo deteve-se na análise do texto acadêmico desses alunos, marcando a relação entre o discurso pedagógico – a prática – e o discurso acadêmico/científico – a teoria –, a partir das conexões interdiscursivas presentes nas formações discursivas. O exame permitiu identificar as representações que os futuros professores fazem da prática pedagógica da disciplina de Língua Portuguesa e, ainda, na perspectiva do sujeito como efeito, a identidade que se constrói a partir dessa prática. Para tanto, o ponto de partida teórico dessa análise privilegiou o discurso em detrimento da forma/estrutura. Em seguida, foram contemplados aspectos relacionados à busca de identificação do professor de Língua Portuguesa, tendo como enfoque a questão da identidade e o processo de autoria. Nesse caso, a análise voltou-se para a subjetividade que vê a “completude” do ser pela fragmentação, pela diferença e pela descontinuidade. Na seqüência, a partir das frestas do corpus, esse trabalho propõe, num percurso horizontal, desfiar os nós das relações de sentido dentro de um mesmo relatório e, depois, num percurso vertical, as regularidades entre os relatórios em análise. Assim, apesar de trazer marcas de deslocamento – o que possibilitaria um ensino cujas práticas pedagógicas afirmam a diferença e o múltiplo através do diálogo entre o discurso pedagógico (prático) e o pensamento (científico) e passam a ser vistas como “sedutoras”, que nos convidam ao jogo, ao heterogêneo que nos povoam e nos constituem em singularidades –, o discurso presente nesses relatórios produz um professor, cujo efeito-autor é frágil. Dessa forma, emerge dos textos analisados um tom discursivo “camuflador” do saber, que na possibilidade de resistir a partir do que as teorias em discussão, hoje, abordam, se perde, mostrando-se, além disso, facilmente moldado ao que já está estabelecido no espaço escolar.  

 

Palavras-chave:

 

Análise do discurso, discurso pedagógico e acadêmico, subjetividade.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061