Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

064


Por uma teoria não-oficial da comunicação: o jornalismo como tema da obra Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto

 

Marília Köenig


 

dia 11 de novembro de 2005, às 14 horas

Sala Jorge Amado do Centro de Pós-graduação da Unisul.

Dr. Fábio de Carvalho Messa – UNISUL (orientador);

Dra. Tânia Regina Ribeiro Ramos – UFSC (avaliadora);

Dr. Fernando Simão Vugman – UNISUL (avaliador); e

Dr. Aldo Litaiff – UNISUL (suplente)


Resumo:

 

Este trabalho se propõe a analisar como o jornalismo é tematizado em Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto (1909). Nesse sentido, será visto de que maneira a referida obra descreve a prática jornalística e os valores da sociedade da época, bem como suscita uma reflexão acerca do jornalismo da atualidade. As teorias da literatura e do jornalismo servirão de base para a identificação do jornalismo como tema na Literatura. Também o conceito de tema será base para essa parte inicial. As concepções de polifonia e dialogismo (BAKHTIN, 1992, 2003), serão levados em conta a fim de que se possa compreender como o livro de Lima Barreto ora analisado se configura como uma possível sátira à realidade vivida pelo autor. Verificar-se-á de que modo este se configura como livro-resistência em contraposição ao conceito de livro-espelho. 

 

Palavras-chave:

 

Lima Barreto, resistência, literatura, jornalismo.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061