Página Inicial > Dissertações > Dissertações Defendidas > Resumos de Dissertações

 

Dissertações

Dissertações Validadas

Dissertações Defendidas

Editais de Dissertações

 

Dissertações

Resumos de Dissertações


 

016


Canções sertanejas: um diálogo entre raízes e ideologias

 

Elisângela de Castro Reynaldo Rodrigues


18 de dezembro de 2003  

Dr. Ingo Voese – UNISUL (orientador);

Dr. João Wanderley Geraldi – UNICAMP (avaliador);

Dr. Luiz Felipe Guimarães Soares - UNISUL  (avaliador); e,

Dr. Fábio de Carvalho Messa – UNISUL (suplente)


Resumo:

 

O presente trabalho constitui-se da análise do cotejo de alguns recortes de letras de canções sertanejas da dupla Zezé Di Camargo e Luciano com recortes do Brasil sertanejo de Darcy Ribeiro, com o objetivo de descrever o tipo e a forma de ideologia que perpassa as letras das canções sertanejas, bem como analisar a possível relação entre a definição tradicional de “homem” e “mulher” e a condição sertaneja vista no Brasil sertanejo de Darcy Ribeiro. A leitura dos ditos e não-ditos permite afirmar que a ideologia machista perpassa as letras das canções sertanejas, operando através de estratégias da dissimulação, da unificação, da reificação e da mera repetição. A relação entre a definição tradicional de “homem” e “mulher” descrita nas letras e a condição sertaneja do Brasil sertanejo de Darcy Ribeiro concretiza-se no fanatismo religioso, no vocabulário voltado para o pastoreio, no homem como provedor do lar e na mulher dona-de-casa e objeto sexual.

 

Palavras-chave:

 

Canções sertanejas, Brasil sertanejo, meio rural e urbano, gêneros, condição sertaneja.


versão integral

 

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Campus Tubarão:  Av. José Acácio Moreira, 787, Bairro Dehon, 88.704-900 - Tubarão, SC - (55) (48) 3621-3369

Campus Grande Florianópolis: Avenida Pedra Branca, 25, Cidade Universitária Pedra Branca, 88137-270 - Palhoça, SC - (55) (48) 3279-1061